Contactos
Rua Almirante Gago Coutinho 2500-207 Caldas da Rainha
262841831

Oferta Formativa

Consulte informações sobre a oferta formativa

Documentos

Consulta e download de documentos e formulários.

Legislação

Consulte a legislação em vigor

     

 ANO LETIVO DE 2022/2023

Novas Ações de Formação com inscrições abertas:

- "Peniche, território educativo: dinâmicas e interações (ACD)"
Educadores de Infância; Professores de todos os grupos de recrutamento; Técnicos AEC; SPO´s.
- "POESIA PORTUGUESA CONTEMPORÂNEA"
Professores do 2º ciclo, do 3º Ciclo e do Ensino Secundário; Professores do 2º Ciclo; Ver Grupos Disciplinares.
-"Território e comunidades de Ensino e de Aprendizagem"
Educadores, Professores e Assistentes das Escolas do Concelho das Caldas da Rainha.
-"Comunidades de Construção e Partilha de Recursos Educativos Digitais"
Todos os Grupos Disciplinares.

- "Folio Educa 2022."O Poder"
Educadores de Infância; Professores do 1º Ciclo; Professores do 2º Ciclo; Professores do 3º Ciclo e Secundário.
- "Arte Urbana e Plataformas Digitais"
Professores do 2º ciclo, do 3º Ciclo e do Ensino Secundário.

---|---

. Partilha de PRÁTICAS DE REFERÊNCIA EM AGRUPAMENTOS DE ESCOLAS da área do CFAE CENTRO-OESTE, no âmbito da Autonomia e Flexibilidade Curricular (AFC) - Dec. Lei n.º 55 e 54/2018. Filmes realizados pela DGE durante o ano letivo de 2021/2022. AE de Atouguia da Baleiahttps://www.youtube.com/watch?v=TjiRHAtKr_E e do AE do Cadavalhttps://www.youtube.com/watch?v=I5cRAoq7lfM

                                                             

 ANO LETIVO DE 2021/2022

INFORMAÇÃO:Informamos todos os nossos associados e interessados que, por motivo de férias,  os nossos  serviços de atendimento se encontram encerrados entre os dias 08 e 26 de agosto.

. Para apoio a CRIAR CONTA, consulte o guia de utlizador no separador de DOCUMENTOS. Obrigado.

. No preechimento da ficha como formando ou formador devem indicar o NOME COMPLETO.

. PROGRAMA ERASMUS + Job Shadowing - projeto promovido pelo AE Raúl Proença em colaboração com CFAE Centro-Oeste. 

https://aerp.pt/2022/05/06/erasmus-job-shadowing-na-grecia/

https://aerp.pt/2022/04/29/erasmus-job-shadowing-em-italia/

. Facebook do CFAE Centro-Oeste. https://www.facebook.com/cfae.centrooeste

. PROJETO MAIA (avaliação pedagógica) - 4.º WEBINAR, dia 1 junho de 2022, (quarta-feira) 18:00, no link   https://www.youtube.com/watch?v=CWqJLWqN84w

. "CICLO DE DEBATES: À conversa com quem faz" - Link do padlet de partilha

https://padlet.com/CFAE/ciclodedebates

. 22.ª Ação de Formação: Segurança, Defesa e Paz - Um Projeto de Todos para Todos. O Referencial para a Educação Pré-Escolar e para os Ensino Básico e Secundário. (documentos/divulgação de outras ações)

. Programa ERASMUS CFAE Centro-Oeste - ERASMUS+ Project Palssen (Projeto de investigação na área da formação profissional para jovens com necessidade de medidas de suporte à aprendizagem e inclsuão, envolvendo ao AE Rafael Bordalo Pinheiro e AE Fernão do Pó) - Ver documentos/divulgação.

. 6.º ENCONTRO NACIONAL #COOPERA# ESCOLA + 21-23 - Um projeto de implementação nacional que desenvolve uma metodologia de aprendizagem cooperativa entre alunos e uma forte componente de trabalho colaborativo entre professores, na articulação curricular e práticas ativas e motivadoras de aprendizagem.  https://www.youtube.com/watch?v=b6VU8mHiBxs  (Ver detalhes no separador DOCUMENTOS)


                                                                       

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DIVULGAÇÃO

194

"Território e comunidades de Ensino e de Aprendizagem"
Educadores, Professores e Assistentes das Escolas do Concelho das Caldas da Rainha

ACD

 

3.0 horas

 

Presencial

 

Educadores de Infância, Professores do Ensino Básico, Secundário e Educação Especial

Centro Cultural e de Congressos das Caldas da Rainha


Ler mais Ler menos

Ref. 15901 Inscrições abertas até 30-09-2022

Registo de acreditação: ACD082022

Modalidade: Ação curta duração

Duração: 3.0 horas

Início: 03-10-2022

Fim: 03-10-2022

Regime: Presencial

Local: Centro Cultural e de Congressos das Caldas da Rainha

Formador

Nicolau João Gonçalves Borges

Destinatários

Educadores de Infância, Professores do Ensino Básico, Secundário e Educação Especial

Releva

Despacho n.º 5741/2015 - Enquadra-se na possibilidade de ser reconhecida e certificada como ação deformação de curta duração a que se refere a alínea d) do n.º 1 do artigo 6.º do Decreto-Lei n.º 22/2014. 

Certificado pelo

CDCP - Conselho de Diretores da Comissão Pedagógica

Entidade formadora/Parceria

CENTRO DE FORMAÇÃO DE ASSOCIAÇÕES DE ESCOLAS CENTRO-OESTE | CÂMARA MUNICIPAL DAS CALDAS DA RAINHA

Objetivos

Trabalhar em Rede; Conhecer o território educativo; Partilhar recursos; Encontrar soluções conjuntas para os mesmos problemas

Conteúdos

-Realidade sócio-política do território educativo; -Trabalho colaborativo em rede; -Comunidade Educativa(De ensinantes e de Aprendentes)

Metodologias

Conferências.

Avaliação

Questionário de satisfação.

Modelo

Relatório do formador.


Observações

Sessão de abertura oficial do ano letivo, com a participação de todas as Escolas do Concelho das Caldas da Rainha. Conferência; partilha e debate.

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 03-10-2022 (Segunda-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Presencial

INSCREVER-ME
197

Capacitação Digital de Docentes – Nível 2
Professores do ensino básico, secundário e educação especial

Oficina

 

25.0 horas

 

Presencial

 

Professores dos Ensinos Básico e Secundário, Professores de Educação Especial

Sede do AE Fernão do Pó - Bombarral

['O Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores, da Comissão Europeia (DigCompEdu), pretende promover a competência digital (CD) e a inovação na educação. É essencial que os docentes desenvolvam um conjunto de CD, de modo a tirar partido do potencial das tecnologias digitais. Esta ação visa ...
Ler mais Ler menos

Ref. 1363 Inscrições abertas até 02-10-2022

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-110091/20

Modalidade: Oficina de Formação

Duração: 25.0 horas

Início: 03-10-2022

Fim: 12-12-2022

Regime: Presencial

Local: Sede do AE Fernão do Pó - Bombarral

Formador

Ana Carla Mendonça Carvalho

Destinatários

Professores dos Ensinos Básico e Secundário, Professores de Educação Especial

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira. Mais se certifica que, para os efeitos previstos no artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Professores dos Ensinos Básico e Secundário, Professores de Educação Especial.

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Razões

['O Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores, da Comissão Europeia (DigCompEdu), pretende promover a competência digital (CD) e a inovação na educação. É essencial que os docentes desenvolvam um conjunto de CD, de modo a tirar partido do potencial das tecnologias digitais. Esta ação visa contribuir para desenvolver as CD dos docentes do sistema educativo e formativo nacional (nível 2) e a sua capacidade para implementar estratégias inovadoras de ensino e de aprendizagem. Ambiciona-se criar condições favoráveis a práticas educativas que se revelem promotoras do desenvolvimento de competências digitais dos alunos. Conjuntamente com esta formação, serão submetidas outras duas, articuladas ao nível da progressão dos conteúdos.']

Objetivos

['Esta ação de formação pretende desenvolver com os docentes de nível 2 (B1/B2 do DigCompEdu) um conjunto de conhecimentos e estratégias que lhes permita desenvolver CD do nível seguinte (C1/C2 do DigCompEdu). \r\nSão objetivos específicos:\r\n- promover o desenvolvimento, aprofundamento e densificação das CD dos docentes, tendo em vista as 6 áreas do referencial DigCompEdu;\r\n- capacitar os docentes para a realização de atividades com tecnologias digitais em diferentes modalidades de ensino;\r\n- capacitar os docentes para a implementação de atividades que promovam a aprendizagem e o desenvolvimento das CD dos alunos;\r\n- estimular a reflexão, partilha e utilização crítica das tecnologias em contexto educativo.']

Conteúdos

Os conteúdos da ação surgem, em sentido articulado e incremental, com os conteúdos da formação de nível 1.\r\n-\tDocumentos de enquadramento das políticas educativas.\r\n-\tEnvolvimento profissional: Discussão, renovação e inovação na prática profissional. Processos de liderança na era digital.\r\n-\tRecursos Educativos Digitais (RED): Utilização de estratégias e RED avançados de forma abrangente. Promoção da utilização de RED de forma colaborativa.\r\n-\tEnsino e Aprendizagem: Renovação da prática de ensino de forma estratégica e intencional. Inovação no processo de ensino e de aprendizagem em diferentes modalidades de ensino.\r\n-\tAvaliação das aprendizagens: Reflexão crítica sobre estratégias de avaliação digital. Inovação na avaliação das aprendizagens com recursos a soluções digitais.\r\n-\tCD dos Alunos: Promoção da CD dos alunos de forma abrangente e crítica. Inovação no envolvimento dos alunos utilizando formatos inovadores para promover a sua CD.\r\n-\tPlaneamento da formação e aprendizagem ao longo da vida.

Avaliação

['Aplicação do determinado no regime Jurídico da Formação Contínua de professores, Decreto-lei nº 22/2014, de 11 de fevereiro, conjugado com o Despacho nº 4595/2015, de 6 de maio e com o \x93Regulamento para Acreditação e Creditação de Ações de Formação Contínua. A classificação de cada formando será realizada na escala de 1 a 10 conforme indicado no Despacho n.º 4595/2015, de 6 de maio, respeitando todos os dispositivos legais da avaliação contínua e tendo por base a participação/contributos e o trabalho final individual elaborado e apresentado pelos formandos.']

Bibliografia

Comissão Europeia (2020). Blended learning in school education – guidelines for the start of the academic year 2020/21. Disponível em: https://www.schooleducationgateway.eu/pt/pub/resources/ publications/blended-learning-guidelines.htmComissão Europeia (2018). Plano de Ação para a Educação Digital. Disponível em: https://eur-lex.europa.eu/legal-content/PT/TXT/PDF/?uri=CELEX:52018DC0022&from=ENLucas, M., & Moreira, A. (2018). DigCompEdu: Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores. Aveiro: UA Editora.Licht, A.H, Tasiopoulou, E., & Wastiau, P. (2017). Open Book of Educational Innovation. European Schoolnet, Brussels. Disponível em: http://www.eun.org/documents/411753/817341/ Open_book_of_Innovational_Education.pdfMinistério da Educação (2017). Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória, Lisboa: ME


Observações

Docentes associados dos AE da área do CFAE Centro Oeste.

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 03-10-2022 (Segunda-feira) 17:30 - 21:00 3:30 Presencial
2 10-10-2022 (Segunda-feira) 17:30 - 21:00 3:30 Online síncrona
3 24-10-2022 (Segunda-feira) 17:30 - 21:00 3:30 Online síncrona
4 31-10-2022 (Segunda-feira) 17:30 - 21:00 3:30 Presencial
5 14-11-2022 (Segunda-feira) 17:30 - 21:00 3:30 Online síncrona
6 28-11-2022 (Segunda-feira) 17:30 - 21:00 3:30 Online síncrona
7 12-12-2022 (Segunda-feira) 17:30 - 21:30 4:00 Presencial

INSCREVER-ME

197
190

Aprendizagens essenciais de Matemática para o 1.º ciclo do Ensino Básico
Docentes do Grupo 110 selecionados e indicados pelas direções dos Agrupamentos de Escolas/Escolas associados(2 por Agrupamento).

Oficina

 

25.0 horas

 

Presencial

 

Professores do grupo de recrutamento 110

Escola Secundária Rafael Bordalo Pinheiro - Caldas da Rainha

['No âmbito do projeto Contexto e Visão para a revisão curricular das Aprendizagens Essenciais em Matemática, em agosto de 2021 foram homologadas as novas Aprendizagens Essenciais de Matemática para o Ensino Básico (Despacho n.º 8209/2021, de 19 de agosto) que entrarão em vigor a partir do ano ...
Ler mais Ler menos

Ref. 15501 Inscrições abertas até 30-09-2022

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-117078/22

Modalidade: Oficina de Formação

Duração: 25.0 horas

Início: 04-10-2022

Fim: 28-03-2023

Regime: Presencial

Local: Escola Secundária Rafael Bordalo Pinheiro - Caldas da Rainha

Formador

Marina Vitória Valdez Faria Rodrigues

Destinatários

Professores do grupo de recrutamento 110

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira. Mais se certifica que, para os efeitos previstos no artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Professores do grupo de recrutamento 110.

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Entidade formadora/Parceria

CENTRO DE FORMAÇÃO DE ASSOCIAÇÕES DE ESCOLAS CENTRO-OESTE |IPL/ESEL

Razões

['No âmbito do projeto Contexto e Visão para a revisão curricular das Aprendizagens Essenciais em Matemática, em agosto de 2021 foram homologadas as novas Aprendizagens Essenciais de Matemática para o Ensino Básico (Despacho n.º 8209/2021, de 19 de agosto) que entrarão em vigor a partir do ano letivo:\r\na) 2022/2023, no que respeita aos 1.º, 3.º, 5.º e 7.º anos de escolaridade;\r\nb) 2023/2024, no que respeita aos 2.º, 4.º, 6.º e 8.º anos de escolaridade;\r\nc) 2024/2025, no que respeita ao 9.º ano de escolaridade.\r\nTendo consciência da necessidade de formação dos professores do grupo 110 para a operacionalização destes novos documentos curriculares em Matemática no Ensino Básico, procurar-se-á desenvolver uma formação focada em aspetos específicos das novas AE de Matemática para o Ensino Básico (AE, 2021), destacando o que de mais significativo e novo existe nestes documentos curriculares.']

Objetivos

['No final da formação, os professores participantes devem:\r\n\tCompreender, de forma aprofundada, as orientações curriculares expressas nas novas AE de Matemática para o Ensino Básico, o seu racional e as consequências para o ensino da Matemática;\r\n\tEstar dotados do conhecimento didático e o conhecimento matemático requeridos para o ensino orientado pelas novas AE de Matemática para o Ensino Básico; \r\n\tRealizar práticas de ensino de Matemática que contemplem a planificação de aulas, a sua concretização e consequente reflexão, em contextos de trabalho colaborativo, tornando-se sensíveis e capazes de resolução para os problemas que possam surgir na prática de ensino das novas AE de Matemática para o 1.º ciclo do Ensino Básico.']

Conteúdos

Orientações curriculares para o ensino da Matemática no Ensino Básico expressas nas novas AE 2021 (2 sessões de 2,5h cada):\r\n-\tCaracterização das novas AE de Matemática\r\n-\tArticulação entre os temas nas novas AE de Matemática\r\n-\tReflexos dos princípios nas opções curriculares das novas AE de Matemática\r\nSerão propostas tarefas que permitirão trabalhar as novas AE segundo diversos ângulos.\r\n\r\n\tArticulação entre diferentes temas matemáticos e capacidades matemáticas transversais, incorporando as capacidades e atitudes gerais transversais (5 sessões de 2,5h cada):\r\n-\tConteúdos de aprendizagem (conhecimentos, capacidades matemáticas, capacidades e atitudes gerais) que uma dada tarefa preferencialmente pode promover\r\n-\tAnálise de produções de alunos\r\n-\tFeedback oral e escrito a fornecer pelo professor\r\n-\tRecursos, em particular tecnológicos, e suas potencialidades \r\nSerão propostas tarefas de formação constituídas por tarefas a propor aos alunos, e um conjunto de questões que incidem sobre o ensino da Matemática, a partir das características da tarefa dos alunos, de produções de alunos, de episódios de sala de aula, de notas de campo de aulas realizadas no âmbito da operacionalização destas novas AE. \r\n\r\n\tPráticas de ensino promotoras do desenvolvimento integrado de temas matemáticos, capacidades matemáticas transversais e capacidades e atitudes gerais transversais (3 sessões de 2,5h cada):\r\n-\tPlanificação (objetivos de aprendizagem, tarefas, formas de as explorar e recursos, em particular ferramentas tecnológicas)\r\n-\tOperacionalização (dinâmica da aula; papel do professor e dos alunos, discussão em grande grupo)\r\n-\tReflexão (aprendizagens realizadas, dificuldades reveladas pelos alunos e ações do professor, identificação de aspetos a melhorar, causas e aperfeiçoamentos para futuro).\r\nA primeira sessão será dedicada ao início da planificação da aula a lecionar, e as duas restantes decorrerão após o término do trabalho autónomo e destinar-se-ão à apresentação e reflexão da intervenção na prática letiva. \r\n\r\nPara o trabalho autónomo propor-se-á a leitura de textos que sustentem teoricamente algumas ideias chave das orientações curriculares consideradas nos documentos curriculares, assim como a leitura de textos de apoio sobre os temas trabalhados. Prevê-se ainda que o trabalho autónomo incida na conclusão da planificação, na realização da aula e na preparação da apresentação aos restantes formandos desta intervenção na prática letiva.

Metodologias

[]

Avaliação

['A classificação de cada formando será realizada na escala de 1 a 10 conforme indicado no Despacho n.º 4595/2015, de 6 de maio, respeitando todos os dispositivos legais da avaliação contínua e tendo por base a realização e discussão das tarefas propostas nas sessões presenciais, a planificação de tarefas para os alunos e análise da sua realização na sala de aula, e o trabalho final elaborado pelos formandos. O trabalho final deverá ser uma reflexão escrita individual sobre a formação, as aprendizagens realizadas e capacidades desenvolvidas, e a sua participação na formação.']

Bibliografia

Canavarro, A. P. (2009). O pensamento algébrico na aprendizagem da Matemática dos primeiros anos. Quadrante, 16(2), 81-118.Canavarro, A. P., Oliveira, H., & Menezes, L. (2012). Práticas de ensino exploratório da matemática: O caso de Célia. In A. P. Canavarro, L. Santos, A. Boavida, H. Oliveira, L. Menezes, & S. Carreira (Eds.), Investigação em Educação Matemática – Práticas de ensino da Matemática, Livro de Atas do Encontro de Investigação em Educação Matemática EIEM2012 (pp. 255-266). Castelo de Vide: SPIEM.NCTM (2017). Princípios para a Ação. Lisboa: APM.Educação e Matemática, 2022, nº 162 (número temático sobre pensamento computacional)Henriques, A., & Oliveira, H. (2012). Investigações estatísticas. Um caminho a seguir? Educação e Matemática, 120, 3-8.


Observações

Formadora: Marina Rodrigues Docentes do Grupo 500 selecionados e indicados pelas direções dos Agrupamentos de Escolas/Escolas associados(2 por Agrupamento).

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 04-10-2022 (Terça-feira) 16:30 - 19:30 3:00 Presencial
2 28-03-2023 (Terça-feira) 16:30 - 20:30 4:00 Presencial

INSCREVER-ME

190
191

Aprendizagens essenciais de Matemática para o 2.º ciclo do Ensino Básico
Docentes do Grupo 230 selecionados e indicados pelas direções dos Agrupamentos de Escolas/Escolas associados(2 por Agrupamento).

Oficina

 

25.0 horas

 

Presencial

 

Professores do grupo de recrutamento 230

Escola Secundária Rafael Bordalo Pinheiro - Caldas da Rainha

['No âmbito do projeto Contexto e Visão para a revisão curricular das Aprendizagens Essenciais em Matemática, em agosto de 2021 foram homologadas as novas Aprendizagens Essenciais de Matemática para o Ensino Básico (Despacho n.º 8209/2021, de 19 de agosto) que entrarão em vigor a partir do ano ...
Ler mais Ler menos

Ref. 15601 Inscrições abertas até 30-09-2022

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-117079/22

Modalidade: Oficina de Formação

Duração: 25.0 horas

Início: 04-10-2022

Fim: 28-03-2023

Regime: Presencial

Local: Escola Secundária Rafael Bordalo Pinheiro - Caldas da Rainha

Formador

Carlos Nelson da Costa Leão

Destinatários

Professores do grupo de recrutamento 230

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira. Mais se certifica que, para os efeitos previstos no artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Professores do grupo de recrutamento 230.

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Entidade formadora/Parceria

CENTRO DE FORMAÇÃO DE ASSOCIAÇÕES DE ESCOLAS CENTRO-OESTE |IPL/ESEL

Razões

['No âmbito do projeto Contexto e Visão para a revisão curricular das Aprendizagens Essenciais em Matemática, em agosto de 2021 foram homologadas as novas Aprendizagens Essenciais de Matemática para o Ensino Básico (Despacho n.º 8209/2021, de 19 de agosto) que entrarão em vigor a partir do ano letivo:\r\na) 2022/2023, no que respeita aos 1.º, 3.º, 5.º e 7.º anos de escolaridade;\r\nb) 2023/2024, no que respeita aos 2.º, 4.º, 6.º e 8.º anos de escolaridade;\r\nc) 2024/2025, no que respeita ao 9.º ano de escolaridade.\r\nTendo consciência da necessidade de formação dos professores do grupo 230 para a operacionalização destes novos documentos curriculares em Matemática do Ensino Básico procurar-se-á desenvolver uma formação focada em aspetos específicos das novas AE de Matemática para o Ensino Básico, destacando o que de mais significativo e novo existe nestes documentos curriculares.']

Objetivos

['No final da formação, os professores participantes devem ser capazes de:\r\n\x95\tCompreender, de forma aprofundada, as orientações curriculares expressas nas novas AE de Matemática para o Ensino Básico, o seu racional e as consequências para o ensino da Matemática;\r\n\x95\tEstar capacitados com o conhecimento didático e o conhecimento matemático requeridos para o ensino orientado pelas novas AE de Matemática para o Ensino Básico; \r\n\x95\tRealizar experiências de ensino de Matemática que contemplem a planificação de aulas, a sua concretização e consequente reflexão, em contextos de trabalho colaborativo, tornando-se sensíveis e alertados para os problemas que possam surgir na prática de ensino das novas AE de Matemática para o 2.º ciclo do Ensino Básico.']

Conteúdos

Orientações curriculares para o ensino da Matemática no Ensino Básico expressas nas novas AE 2021 (2 sessões de 2,5h cada):\r\n-\tCaracterização das novas AE de Matemática\r\n-\tArticulação entre os temas nas novas AE de Matemática\r\n-\tReflexos dos princípios nas opções curriculares das novas AE de Matemática\r\nSerão propostas tarefas que permitirão trabalhar as novas AE segundo diversos ângulos.\r\n\r\n\r\n\tArticulação entre diferentes temas matemáticos e capacidades matemáticas transversais, incorporando as capacidades e atitudes gerais transversais (5 sessões de 2,5h cada):\r\n-\tConteúdos de aprendizagem (conhecimentos, capacidades matemáticas, capacidades e atitudes gerais) que uma dada tarefa preferencialmente pode promover\r\n-\tAnálise de produções de alunos\r\n-\tFeedback oral e escrito a fornecer pelo professor\r\n-\tRecursos, em particular tecnológicos, e suas potencialidades \r\nSerão propostas tarefas de formação constituídas por tarefas a propor aos alunos, e um conjunto de questões que incidem sobre o ensino da Matemática, a partir das características da tarefa dos alunos, de produções de alunos, de episódios de sala de aula, de notas de campo de aulas realizadas no âmbito da operacionalização destas novas AE. \r\n\r\n\tPráticas de ensino promotoras do desenvolvimento integrado de temas matemáticos, capacidades matemáticas transversais e capacidades e atitudes gerais transversais (3 sessões de 2,5h cada):\r\n-\tPlanificação (objetivos de aprendizagem, tarefas, formas de as explorar e recursos, em particular ferramentas tecnológicas)\r\n-\tOperacionalização (dinâmica da aula; papel do professor e dos alunos, discussão em grande grupo)\r\n-\tReflexão (aprendizagens realizadas, dificuldades reveladas pelos alunos e ações do professor, identificação de aspetos a melhorar, causas e aperfeiçoamentos para futuro).\r\nA primeira sessão será dedicada ao início da planificação da aula a lecionar, e as duas restantes decorrerão após o término do trabalho autónomo e destinar-se-ão à apresentação e reflexão da intervenção na prática letiva. \r\n\r\nPara o trabalho autónomo propor-se-á a leitura de textos que sustentem teoricamente algumas ideias chave das orientações curriculares consideradas nos documentos curriculares, assim como a leitura de textos de apoio sobre os temas trabalhados. Prevê-se ainda que o trabalho autónomo incida na conclusão da planificação, na realização da aula e na preparação da apresentação aos restantes formandos desta intervenção na prática letiva.

Metodologias

[]

Avaliação

['A classificação de cada formando será realizada na escala de 1 a 10 conforme indicado no Despacho n.º 4595/2015, de 6 de maio, respeitando todos os dispositivos legais da avaliação contínua e tendo por base a realização e discussão das tarefas propostas nas sessões presenciais, a planificação de tarefas para os alunos e análise da sua realização na sala de aula, e o trabalho final elaborado pelos formandos. O trabalho final deverá ser uma reflexão escrita individual sobre a formação, as aprendizagens realizadas e capacidades desenvolvidas, e a sua participação na formação.']

Bibliografia

Educação e Matemática, 158Educação e Matemática, 162NCTM (2017). Princípios para a ação. Lisboa: APM.Ponte, J. P., Quaresma, M., & Mata Pereira, J. (2020). Como desenvolver o raciocínio matemático na sala de aula? Educação e Matemática, 156, 7-11.Veloso, E. (2012). Simetria e transformações geométricas. Lisboa: APM.


Observações

Formador: Carlos Leão Docentes do Grupo 230 selecionados e indicados pelas direções dos Agrupamentos de Escolas/Escolas associados(2 por Agrupamento).

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 04-10-2022 (Terça-feira) 15:30 - 18:30 3:00 Presencial
2 28-03-2023 (Terça-feira) 15:30 - 18:30 3:00 Presencial

INSCREVER-ME

191
192

Aprendizagens essenciais de Matemática para o 3.º ciclo do Ensino Básico
Docentes do Grupo 500 selecionados e indicados pelas direções dos Agrupamentos de Escolas/Escolas associados(2 por Agrupamento).

Oficina

 

25.0 horas

 

Presencial

 

Professores do grupo de recrutamento 500

Escola Secundária Rafael Bordalo Pinheiro - Caldas da Rainha

['No âmbito do projeto Contexto e Visão para a revisão curricular das Aprendizagens Essenciais em Matemática, em agosto de 2021 foram homologadas as novas Aprendizagens Essenciais de Matemática para o Ensino Básico (Despacho n.º 8209/2021, de 19 de agosto) que entrarão em vigor a partir do ano ...
Ler mais Ler menos

Ref. 15701 Inscrições abertas até 30-09-2022

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-117080/22

Modalidade: Oficina de Formação

Duração: 25.0 horas

Início: 04-10-2022

Fim: 28-03-2023

Regime: Presencial

Local: Escola Secundária Rafael Bordalo Pinheiro - Caldas da Rainha

Formador

Raquel Sofia Antunes Vieira

Destinatários

Professores do grupo de recrutamento 500

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira. Mais se certifica que, para os efeitos previstos no artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Professores do grupo de recrutamento 500.

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Entidade formadora/Parceria

CENTRO DE FORMAÇÃO DE ASSOCIAÇÕES DE ESCOLAS CENTRO-OESTE |IPL/ESEL

Razões

['No âmbito do projeto Contexto e Visão para a revisão curricular das Aprendizagens Essenciais em Matemática, em agosto de 2021 foram homologadas as novas Aprendizagens Essenciais de Matemática para o Ensino Básico (Despacho n.º 8209/2021, de 19 de agosto) que entrarão em vigor a partir do ano letivo:\r\na) 2022/2023, no que respeita aos 1.º, 3.º, 5.º e 7.º anos de escolaridade;\r\nb) 2023/2024, no que respeita aos 2.º, 4.º, 6.º e 8.º anos de escolaridade;\r\nc) 2024/2025, no que respeita ao 9.º ano de escolaridade.\r\nTendo consciência da necessidade de formação dos professores do grupo 500, para a operacionalização destes novos documentos curriculares em Matemática do Ensino Básico procurar-se-á desenvolver uma formação focada em aspetos específicos das novas AE de Matemática para o Ensino Básico (AE, 2021), destacando o que de mais significativo e novo existe nestes documentos curriculares.']

Objetivos

['No final da formação, os professores participantes devem:\r\n\x95\tCompreender, de forma aprofundada, as orientações curriculares expressas nas novas AE de Matemática para o Ensino Básico, o seu racional e as consequências para o ensino da Matemática;\r\n\x95\tEstar dotados com o conhecimento didático e o conhecimento matemático requeridos para o ensino orientado pelas novas AE de Matemática para o Ensino Básico; \r\n\x95\tRealizar práticas de ensino de Matemática que contemplem a planificação de aulas, a sua concretização e consequente reflexão, em contextos de trabalho colaborativo, tornando-se sensíveis e capazes de resolução para os problemas que possam surgir na prática de ensino das novas AE de Matemática para o 3.º ciclo do Ensino Básico.']

Conteúdos

Orientações curriculares para o ensino da Matemática no Ensino Básico expressas nas novas AE 2021 (2 sessões de 2,5h cada):\r\n-\tCaracterização das novas AE de Matemática\r\n-\tArticulação entre os temas nas novas AE de Matemática\r\n-\tReflexos dos princípios nas opções curriculares das novas AE de Matemática\r\nSerão propostas tarefas que permitirão trabalhar as novas AE segundo diversos ângulos.\r\n\r\n\tArticulação entre diferentes temas matemáticos e capacidades matemáticas transversais, incorporando as capacidades e atitudes gerais transversais (5 sessões de 2,5h cada):\r\n-\tConteúdos de aprendizagem (conhecimentos, capacidades matemáticas, capacidades e atitudes gerais) que uma dada tarefa preferencialmente pode promover\r\n-\tAnálise de produções de alunos\r\n-\tFeedback oral e escrito a fornecer pelo professor\r\n-\tRecursos, em particular tecnológicos, e suas potencialidades \r\nSerão propostas tarefas de formação constituídas por tarefas a propor aos alunos, e um conjunto de questões que incidem sobre o ensino da Matemática, a partir das características da tarefa dos alunos, de produções de alunos, de episódios de sala de aula, de notas de campo de aulas realizadas no âmbito da operacionalização destas novas AE. \r\n\r\n\tPráticas de ensino promotoras do desenvolvimento integrado de temas matemáticos, capacidades matemáticas transversais e capacidades e atitudes gerais transversais (3 sessões de 2,5h cada):\r\n-\tPlanificação (objetivos de aprendizagem, tarefas, formas de as explorar e recursos, em particular ferramentas tecnológicas)\r\n-\tOperacionalização (dinâmica da aula; papel do professor e dos alunos, discussão em grande grupo)\r\n-\tReflexão (aprendizagens realizadas, dificuldades reveladas pelos alunos e ações do professor, identificação de aspetos a melhorar, causas e aperfeiçoamentos para futuro).\r\nA primeira sessão será dedicada ao início da planificação da aula a lecionar, e as duas restantes decorrerão após o término do trabalho autónomo e destinar-se-ão à apresentação e reflexão da intervenção na prática letiva. \r\n\r\nPara o trabalho autónomo propor-se-á a leitura de textos que sustentem teoricamente algumas ideias chave das orientações curriculares consideradas nos documentos curriculares, assim como a leitura de textos de apoio sobre os temas trabalhados. Prevê-se ainda que o trabalho autónomo incida na conclusão da planificação, na realização da aula e na preparação da apresentação aos restantes formandos desta intervenção na prática letiva.

Metodologias

[]

Avaliação

['A classificação de cada formando será realizada na escala de 1 a 10 conforme indicado no Despacho n.º 4595/2015, de 6 de maio, respeitando todos os dispositivos legais da avaliação contínua e tendo por base a realização e discussão das tarefas propostas nas sessões presenciais, a planificação de tarefas para os alunos e análise da sua realização na sala de aula, e o trabalho final elaborado pelos formandos. O trabalho final deverá ser uma reflexão escrita individual sobre a formação, as aprendizagens realizadas e capacidades desenvolvidas, e a sua participação na formação.']

Bibliografia

Educação e Matemática, 158 (Temático sobre avaliação)Educação e Matemática, 162 (Temático sobre pensamento computacional)NCTM (2017). Princípios para a ação. Lisboa: APM.Ponte, J. P., Quaresma, M., & Mata Pereira, J. (2020). Como desenvolver o raciocínio matemático na sala de aula? Educação e Matemática, 156, 7-11.Veloso, E. (2012). Simetria e transformações geométricas. Lisboa: APM.


Observações

Formadora: Raquel Vieira Docentes do Grupo 500 selecionados e indicados pelas direções dos Agrupamentos de Escolas/Escolas associados(2 por Agrupamento).

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 04-10-2022 (Terça-feira) 15:30 - 18:30 3:00 Presencial
2 28-03-2023 (Terça-feira) 15:30 - 18:30 3:00 Presencial

INSCREVER-ME

192
168

Capacitação Digital de Docentes – Nível 2
Professores do 1º Ciclo; Professores do 2º Ciclo; Professores do 3º Ciclo e Secundário; Professores de Educação Especial, do AE D. João II Caldas da Rainha

Oficina

 

25.0 horas

 

Presencial

 

Professores dos Ensinos Básico e Secundário, Professores de Educação Especial

AE D. João II - Caldas da Rainha

['O Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores, da Comissão Europeia (DigCompEdu), pretende promover a competência digital (CD) e a inovação na educação. É essencial que os docentes desenvolvam um conjunto de CD, de modo a tirar partido do potencial das tecnologias digitais. Esta ação visa ...
Ler mais Ler menos

Ref. 13601 Inscrições abertas até 05-10-2022

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-110091/20

Modalidade: Oficina de Formação

Duração: 25.0 horas

Início: 06-10-2022

Fim: 20-12-2022

Regime: Presencial

Local: AE D. João II - Caldas da Rainha

Formador

Paulo Alexandre da Graça Vieira Alves

Destinatários

Professores dos Ensinos Básico e Secundário, Professores de Educação Especial

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira. Mais se certifica que, para os efeitos previstos no artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Professores dos Ensinos Básico e Secundário, Professores de Educação Especial.

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Razões

['O Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores, da Comissão Europeia (DigCompEdu), pretende promover a competência digital (CD) e a inovação na educação. É essencial que os docentes desenvolvam um conjunto de CD, de modo a tirar partido do potencial das tecnologias digitais. Esta ação visa contribuir para desenvolver as CD dos docentes do sistema educativo e formativo nacional (nível 2) e a sua capacidade para implementar estratégias inovadoras de ensino e de aprendizagem. Ambiciona-se criar condições favoráveis a práticas educativas que se revelem promotoras do desenvolvimento de competências digitais dos alunos. Conjuntamente com esta formação, serão submetidas outras duas, articuladas ao nível da progressão dos conteúdos.']

Objetivos

['Esta ação de formação pretende desenvolver com os docentes de nível 2 (B1/B2 do DigCompEdu) um conjunto de conhecimentos e estratégias que lhes permita desenvolver CD do nível seguinte (C1/C2 do DigCompEdu). \r\nSão objetivos específicos:\r\n- promover o desenvolvimento, aprofundamento e densificação das CD dos docentes, tendo em vista as 6 áreas do referencial DigCompEdu;\r\n- capacitar os docentes para a realização de atividades com tecnologias digitais em diferentes modalidades de ensino;\r\n- capacitar os docentes para a implementação de atividades que promovam a aprendizagem e o desenvolvimento das CD dos alunos;\r\n- estimular a reflexão, partilha e utilização crítica das tecnologias em contexto educativo.']

Conteúdos

Os conteúdos da ação surgem, em sentido articulado e incremental, com os conteúdos da formação de nível 1.\r\n-\tDocumentos de enquadramento das políticas educativas.\r\n-\tEnvolvimento profissional: Discussão, renovação e inovação na prática profissional. Processos de liderança na era digital.\r\n-\tRecursos Educativos Digitais (RED): Utilização de estratégias e RED avançados de forma abrangente. Promoção da utilização de RED de forma colaborativa.\r\n-\tEnsino e Aprendizagem: Renovação da prática de ensino de forma estratégica e intencional. Inovação no processo de ensino e de aprendizagem em diferentes modalidades de ensino.\r\n-\tAvaliação das aprendizagens: Reflexão crítica sobre estratégias de avaliação digital. Inovação na avaliação das aprendizagens com recursos a soluções digitais.\r\n-\tCD dos Alunos: Promoção da CD dos alunos de forma abrangente e crítica. Inovação no envolvimento dos alunos utilizando formatos inovadores para promover a sua CD.\r\n-\tPlaneamento da formação e aprendizagem ao longo da vida.

Avaliação

['Aplicação do determinado no regime Jurídico da Formação Contínua de professores, Decreto-lei nº 22/2014, de 11 de fevereiro, conjugado com o Despacho nº 4595/2015, de 6 de maio e com o \x93Regulamento para Acreditação e Creditação de Ações de Formação Contínua. A classificação de cada formando será realizada na escala de 1 a 10 conforme indicado no Despacho n.º 4595/2015, de 6 de maio, respeitando todos os dispositivos legais da avaliação contínua e tendo por base a participação/contributos e o trabalho final individual elaborado e apresentado pelos formandos.']

Bibliografia

Comissão Europeia (2020). Blended learning in school education – guidelines for the start of the academic year 2020/21. Disponível em: https://www.schooleducationgateway.eu/pt/pub/resources/ publications/blended-learning-guidelines.htmComissão Europeia (2018). Plano de Ação para a Educação Digital. Disponível em: https://eur-lex.europa.eu/legal-content/PT/TXT/PDF/?uri=CELEX:52018DC0022&from=ENLucas, M., & Moreira, A. (2018). DigCompEdu: Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores. Aveiro: UA Editora.Licht, A.H, Tasiopoulou, E., & Wastiau, P. (2017). Open Book of Educational Innovation. European Schoolnet, Brussels. Disponível em: http://www.eun.org/documents/411753/817341/ Open_book_of_Innovational_Education.pdfMinistério da Educação (2017). Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória, Lisboa: ME


Observações

Exclusivamente para docentes em exercício de funções no AE D.João II Formador: Paulo Alves

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 06-10-2022 (Quinta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Presencial
2 11-10-2022 (Terça-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Presencial
3 18-10-2022 (Terça-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Presencial
4 25-10-2022 (Terça-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Presencial
5 08-11-2022 (Terça-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Presencial
6 22-11-2022 (Terça-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Presencial
7 06-12-2022 (Terça-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Presencial
8 20-12-2022 (Terça-feira) 17:30 - 21:30 4:00 Presencial

INSCREVER-ME

168
183

FOLIO EDUCA 2022- "O Poder"- Tertúlias Literárias Dialógicas
Educadores e Docentes do Ensino Básico e Secundário. Só admite associados do CFAE.Prioridade aos docentes do AE Josefa de Óbidos.

Curso

 

25.0 horas

 

Presencial

 

Educadores de Infância; Professores do 1º Ciclo; Professores do 2º Ciclo; Professores do 3º Ciclo/Ensino Secundário. Ação de formação destinada exclusivamente a docentes e AO associados.

AE Josefa de Óbidos

A ação de formação responde, transversalmente, às necessidades de formação dos educadores e docentes nas áreas do conhecimento, promoção e mediação da leitura e da literatura, bem como relacionadas com o papel das bibliotecas escolares, enquanto recurso de trabalho interdisciplinar aberto a todos os ...
Ler mais Ler menos

Ref. 15001 Inscrições abertas até 03-10-2022

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-117114/22

Modalidade: Curso de Formação

Duração: 25.0 horas

Início: 06-10-2022

Fim: 22-10-2022

Regime: Presencial

Local: AE Josefa de Óbidos

Formador

Paula da Conceição Rodrigues Ribeiro

Eduarda Maria da Silva Ribeiro Mota

Destinatários

Educadores de Infância; Professores do 1º Ciclo; Professores do 2º Ciclo; Professores do 3º Ciclo/Ensino Secundário. Ação de formação destinada exclusivamente a docentes e AO associados.

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Educadores de Infância; Professores do 1º Ciclo; Professores do 2º Ciclo; Professores do 3º Ciclo/Ensino Secundário. Ação de formação destinada exclusivamente a docentes e AO associados.. Para efeitos de aplicação do artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira.

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Entidade formadora/Parceria

CFAE/Folio Educa/AE Josefa de Óbidos

Razões

A ação de formação responde, transversalmente, às necessidades de formação dos educadores e docentes nas áreas do conhecimento, promoção e mediação da leitura e da literatura, bem como relacionadas com o papel das bibliotecas escolares, enquanto recurso de trabalho interdisciplinar aberto a todos os profissionais de educação, formação e cultura. Associam-se os conteúdos ao tema geral da edição de 2022 do Festival Internacional Literário de Óbidos - O Poder - e à divulgação da Rede de Cidades Criativas da UNESCO, que Óbidos integra desde 2016, na área da Literatura

Objetivos

•Valorizar a leitura que ultrapassa a superficial e permite o acesso aos sentidos, à compreensão do texto, incluindo os níveis de inferência e de descodificação pelo contexto e as referências culturais. •Promover a reflexão de agentes educativos em contextos formais e não formais sobre a Literatura, a Leitura, a Educação, as Bibliotecas, e o tema de 2022 – O Poder. •Divulgar boas práticas e obras literárias de qualidade reconhecida e virtualidade educacional identificável. •Propiciar experiências de mediação leitora consistentes e inovadoras, com públicos de diversas idades e escolaridades •Estimular a conversa, a troca de ideias e de perguntas, a criatividade e a colaboração, incluindo entre universos profissionais, cívicos, científicos e artísticos considerados comumente de improvável encontro

Conteúdos

Dia 07.10.22 18h00 Tertúlia: Relações do Poder com a Educação Com Filinto Lima AUDITÓRIO DA ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA JOSEFA DE ÓBIDOS Dia 10.10.22 18h00 Tertúlia: Perspectivas Sobre a Escola do Futuro com Ludwig Krippahl e David Erlich AUDITÓRIO DA ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA JOSEFA DE ÓBIDOS Dia 11.10.22 18h00 Tértulia com César Ferreira – Biblioterapia AUDITÓRIO DA ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA JOSEFA DE ÓBIDOS Dia 14.10.22 18h00 Tertúlia “O Poder das palavras de amor” Com Frei Fernando Ventura AUDITÓRIO DA ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA JOSEFA DE ÓBIDOS Os formandos selecionarão mais 5 sessões integrantes do programa oficial do Folio 2022(excluindo qualquer uma integrante do Seminário Internacional), das quais deverão elaborar um guião que servirá como Relatório de Avaliação para a ação de formação. Conclusão e avaliação da formação - 1 hora

Metodologias

Sessões presenciais, no formato de Tertúlia Literária Dialógica, com autores nacionais de livros editados sobre temáticas das áreas da pedagogia, da didática e sobre as Temáticas do "Poder". A metodologia pressupõe diálogo e interação entre os autores e os formandos. O funcionamento das Tertúlias Dialógicas baseia-se nos sete princípios da aprendizagem dialógica e desenvolvem-se a partir das melhores criações da humanidade, em diferentes campos: desde a literatura até à arte ou à música. Através das Tertúlias Dialógicas potencia-se uma abordagem direta, sem distinção de idade, género, cultura ou capacidade, à cultura clássica universal e ao conhecimento científico acumulado pela humanidade ao longo do tempo.

Avaliação

Relatório individual critico com referência aos produtos realizados por cada formando em contexto laboratorial, avaliado e classificado em conformidade com o Regulamento Jurídico da Formação Contínua e demais circulares emanados pelo Conselho Científico da Formação Contínua e Direção Geral da Administração Escolar

Bibliografia

De Botton, L., Girbes, S., Ruiz, L., & Tellado, I. (2014) Moroccan mothers’ involvement in dialogic literary gatherings in a Catalan urban primary school: Increasing educative interactions and improving learning. Improving Schools, 17 (3), p. 241-249. 3]. Flecha, R. (1997). Compartiendo Palabras. Barcelona: Paidós Serrano, M.A., Mirceva, J., & Larena, R. (2010). Dialogic Imagination in Literacy Development, Revista dePsicodidáctica, 15 (2), 191-205. Soler, M. (2015). Biographies of ‘Invisible’ People Who Transform Their Lives and Enhance Social Transformations Through Dialogic Gatherings. Qualitative Inquiry, 21 (10). Special Issue on Dialogic Literary Gatherings.


Observações

Formadores coordenadores: Eduarda Mota Paula Ribeiro


INSCREVER-ME
193

"Comunidade RED: Apresentação e dinamização de uma plataforma online para partilha de práticas e de recursos digitais abertos"
Todos os Grupos Disciplinares

ACD

 

3.0 horas

 

e-learning

 

Educadores de Infância, Professores do Ensino Básico, Secundário e Educação Especial

Online - Plataforma digital

Na sequência das orientações do Plano de Transição Digital, mais especificamente, do Programa de Digitalização das Escolas, torna-se relevante promover uma comunidade de prática centrada na partilha de práticas digitais e de recursos educativos digitais abertos e no desenvolvimento de competências ...
Ler mais Ler menos

Ref. 15801 Inscrições abertas até 03-10-2022

Registo de acreditação: ACD072022

Modalidade: Ação curta duração

Duração: 3.0 horas

Início: 06-10-2022

Fim: 06-10-2022

Regime: e-learning

Local: Online - Plataforma digital

Formador

Nicolau João Gonçalves Borges

Destinatários

Educadores de Infância, Professores do Ensino Básico, Secundário e Educação Especial

Releva

Despacho n.º 5741/2015 - Enquadra-se na possibilidade de ser reconhecida e certificada como ação deformação de curta duração a que se refere a alínea d) do n.º 1 do artigo 6.º do Decreto-Lei n.º 22/2014. 

Certificado pelo

CDCP - Conselho de Diretores da Comissão Pedagógica

Entidade formadora/Parceria

CENTRO DE FORMAÇÃO DE ASSOCIAÇÕES DE ESCOLAS CENTRO-OESTE | ESCOLA SUPERIOR DE DEDUCAÇÃO DE LISBOA

Razões

Na sequência das orientações do Plano de Transição Digital, mais especificamente, do Programa de Digitalização das Escolas, torna-se relevante promover uma comunidade de prática centrada na partilha de práticas digitais e de recursos educativos digitais abertos e no desenvolvimento de competências digitais dos docentes.

Objetivos

Consolidar uma comunidade de prática emergente na área do uso de tecnologias digitais em educação. Construir um espaço para a partilha de: práticas pedagógicas implementadas em ambiente digital; recursos educativos digitais; material de apoio ao desenvolvimento de competências digitais dos docentes.

Conteúdos

Consolidar uma comunidade de prática emergente na área do uso de tecnologias digitais em educação. Testar a plataforma digital Comunidade RED, que serve de suporte à comunidade de prática emergente na área da educação digital.

Metodologias

Apresentação. Debate e partilha.

Avaliação

Questionário de satisfação

Modelo

Relatório


Observações

Formadoras coordenadoras: Doutora Adriana Cardoso|Doutora Joana Souza

Formadora Coordenadora: Doutora Adriana Cardoso

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 06-10-2022 (Quinta-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Online síncrona

INSCREVER-ME
204

Capacitação Digital de Docentes – Nível 3
Professores do ensino básico, secundário e educação especial

Oficina

 

25.0 horas

 

Presencial

 

Professores dos Ensinos Básico e Secundário, Professores de Educação Especial

AE Rafael Bordalo Pinheiro

['O Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores, da Comissão Europeia (DigCompEdu), pretende promover a competência digital (CD) e a inovação na educação. É essencial que os docentes desenvolvam um conjunto de CD, de modo a tirar partido do potencial das tecnologias digitais. Esta ação visa ...
Ler mais Ler menos

Ref. 1523 Inscrições abertas até 06-10-2022

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-110090/20

Modalidade: Oficina de Formação

Duração: 25.0 horas

Início: 07-10-2022

Fim: 06-12-2022

Regime: Presencial

Local: AE Rafael Bordalo Pinheiro

Formador

Ana Margarida Presa Teixeira da Fonseca

Destinatários

Professores dos Ensinos Básico e Secundário, Professores de Educação Especial

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Professores dos Ensinos Básico e Secundário, Professores de Educação Especial. Para efeitos de aplicação do artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira.

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Entidade formadora/Parceria

CENTRO DE FORMAÇÃO DE ASSOCIAÇÕES DE ESCOLAS CENTRO-OESTE

Razões

['O Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores, da Comissão Europeia (DigCompEdu), pretende promover a competência digital (CD) e a inovação na educação. É essencial que os docentes desenvolvam um conjunto de CD, de modo a tirar partido do potencial das tecnologias digitais. Esta ação visa contribuir para desenvolver as competências digitais dos docentes do sistema educativo e formativo nacional (nível 3) e a sua capacidade para implementar estratégias inovadoras de ensino e de aprendizagem. Ambiciona-se criar condições favoráveis a práticas educativas que se revelem promotoras do desenvolvimento de CD dos alunos. Conjuntamente com esta formação, serão submetidas outras duas, articuladas ao nível da progressão dos conteúdos.']

Objetivos

['Pretende-se desenvolver com os docentes de nível 3 (C1/C2 do DigCompEdu) um conjunto de conhecimentos e de processos que lhes permita potenciar as suas competências digitais na promoção de estratégias e ações inovadoras na comunidade educativa. \r\nSão objetivos específicos:\r\n- formular estratégias pedagógicas inovadoras e promotoras das CD dos docentes e alunos;\r\n- capacitar os docentes para a realização de atividades com tecnologias digitais em diferentes modalidades de ensino;\r\n- promover o desenvolvimento de ações que contribuam para os Plano de Ação para o Desenvolvimento Digital das suas escolas;\r\n- promover e estimular a reflexão, a partilha e a utilização crítica das tecnologias digitais em contexto educativo.']

Conteúdos

Os conteúdos da ação surgem, em sentido articulado e incremental, com os conteúdos da formação de nível 1 e 2.\r\n-\tExploração de documentos de enquadramento das políticas educativas.\r\n-\tDiscussão, renovação e inovação na prática profissional.\r\n-\tReflexão em torno de conceitos relacionados com escolas, professores e alunos digitalmente competentes. \r\n-\tUtilização das tecnologias digitais na colaboração e inovação pedagógica ao serviço da comunidade educativa.\r\n-\tEstratégias e metodologias relacionadas com o desenvolvimento curricular através de ambientes e ferramentas digitais.\r\n-\tEstratégias digitais de caráter científico-pedagógico promotoras do desenvolvimento profissional dos docentes.\r\n-\tPlaneamento de atividades didático-pedagógicas promotoras do desenvolvimento da competência digital dos alunos.\r\n-\tConceção de Planos de Ação para o Desenvolvimento Digital: conceitos, metodologias de desenvolvimento, implementação, monitorização, avaliação.

Metodologias

[]

Avaliação

['Aplicação do determinado no regime Jurídico da Formação Contínua de professores, Decreto-lei nº 22/2014, de 11 de fevereiro, conjugado com o Despacho nº 4595/2015, de 6 de maio e com o \x93Regulamento para Acreditação e Creditação de Ações de Formação Contínua. A classificação de cada formando será realizada na escala de 1 a 10 conforme indicado no Despacho n.º 4595/2015, de 6 de maio, respeitando todos os dispositivos legais da avaliação contínua e tendo por base a participação/contributos e o trabalho final individual elaborado e apresentado pelos formandos.']

Bibliografia

Comissão Europeia (2020). Blended learning in school education – guidelines for the start of the academic year 2020/21. Disponível em: https://www.schooleducationgateway.eu/pt/pub/resources/ publications/blended-learning-guidelines.htmComissão Europeia (2018). Plano de Ação para a Educação Digital. Disponível em: https://eur-lex.europa.eu/legal-content/PT/TXT/PDF/?uri=CELEX:52018DC0022&from=ENEU Science Hub (2018). Self-reflection tool for digitally capable schools (SELFIE). Disponível em: https://ec.europa.eu/jrc/en/digcomporg/selfie-toolLucas, M., & Moreira, A. (2018). DigCompEdu: Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores. Aveiro: UA Editora.Licht, A.H, Tasiopoulou, E., & Wastiau, P. (2017). Open Book of Educational Innovation. European Schoolnet, Brussels. Disponível em: http://www.eun.org/documents/411753/817341/ Open_book_of_Innovational_Education.pdf


Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 07-10-2022 (Sexta-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
2 11-10-2022 (Terça-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Online síncrona
3 18-10-2022 (Terça-feira) 17:30 - 19:30 2:00 Online síncrona
4 25-10-2022 (Terça-feira) 17:30 - 19:30 2:00 Online síncrona
5 08-11-2022 (Terça-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Online síncrona
6 15-11-2022 (Terça-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Online síncrona
7 22-11-2022 (Terça-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Online síncrona
8 29-11-2022 (Terça-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
9 06-12-2022 (Terça-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial

INSCREVER-ME

204
180

Folio Educa 2022."O Poder"
Educadores de Infância; Professores do 1º Ciclo; Professores do 2º Ciclo; Professores do 3º Ciclo e Secundário;

Curso

 

15.0 horas

 

Presencial

 

Educadores de Infância; Professores do 1º Ciclo; Professores do 2º Ciclo; Professores do 3º Ciclo/Ensino Secundário;

Vila de Óbidos

A ação de formação responde, transversalmente, às necessidades de formação dos educadores e docentes nas áreas do conhecimento, promoção e mediação da leitura e da literatura, bem como relacionadas com o papel das bibliotecas escolares, enquanto recurso de trabalho interdisciplinar aberto a todos os ...
Ler mais Ler menos

Ref. 14701 Inscrições abertas até 03-10-2022

Registo de acreditação: 118420 -RP

Modalidade: Curso de Formação

Duração: 15.0 horas

Início: 08-10-2022

Fim: 09-10-2022

Regime: Presencial

Local: Vila de Óbidos

Formador

Paula da Conceição Rodrigues Ribeiro

Eduarda Maria da Silva Ribeiro Mota

Destinatários

Educadores de Infância; Professores do 1º Ciclo; Professores do 2º Ciclo; Professores do 3º Ciclo/Ensino Secundário;

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Educadores de Infância; Professores do 1º Ciclo; Professores do 2º Ciclo; Professores do 3º Ciclo/Ensino Secundário;. Para efeitos de aplicação do artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira. De acordo com o artigo 15.º da Portaria n.º 192-A/2015, de 29 de junho, esta ação de formação releva para a progressão da carreira dos professores bibliotecários, incluindo-se na dimensão científica e pedagógica.

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Entidade formadora/Parceria

Câmara Municipal de Óbidos - Folio Educa

Razões

A ação de formação responde, transversalmente, às necessidades de formação dos educadores e docentes nas áreas do conhecimento, promoção e mediação da leitura e da literatura, bem como relacionadas com o papel das bibliotecas escolares, enquanto recurso de trabalho interdisciplinar aberto a todos os profissionais de educação, formação e cultura. Associam-se os conteúdos ao tema geral da edição de 2022 do Festival Internacional Literário de Óbidos - O Poder - e à divulgação da Rede de Cidades Criativas da UNESCO, que Óbidos integra desde 2016, na área da Literatura.

Objetivos

•Valorizar a leitura que ultrapassa a superficial e permite o acesso aos sentidos, à compreensão do texto, incluindo os níveis de inferência e de descodificação pelo contexto e as referências culturais. •Promover a reflexão de agentes educativos em contextos formais e não formais sobre a Literatura, a Leitura, a Educação, as Bibliotecas, e o tema de 2022 – O Poder. •Divulgar boas práticas e obras literárias de qualidade reconhecida e virtualidade educacional identificável. •Propiciar experiências de mediação leitora consistentes e inovadoras, com públicos de diversas idades e escolaridades •Estimular a conversa, a troca de ideias e de perguntas, a criatividade e a colaboração, incluindo entre universos profissionais, cívicos, científicos e artísticos considerados comumente de improvável encontro.

Conteúdos

1. apresentação da ação da formação: Objetivos e Metodologias - 1 hora 2. O "Poder". Conceptualização: Limites e abrangência do conceito - 3 horas 3. O Poder - Livros que interpelam -3 horas 4.Literacias e Leitura - O Poder - 4 horas 5. Informação - Literacias - 3 horas 6. Avaliação da ação de formação 1 hora Programa detalhado: Dia 08 de outubro de 2022 Sessão de Abertura: Margarida Reis - Vereadora da Educação da CMO Paulo Santos - Curador do FE 2022 Manuela Pargana - RBE José Santos - Diretor do AEJO Nicolau Borges - CFAE Conferências (período da manhã): a. Sara Amado, Catarina Requeijo, Maria Remédio e Miguel Fragata - Projeto "A Janela" b. Performance musical - Academia de Música de Óbidos b. David Justino - moderação de Isabel Lucas (?) - Educação e Poder c. Sérgio Godinho & Capicua - moderação Mafalda Milhões - O poder das palavras cantadas Oficinas* (período da tarde): a. Maria Remédios - A Janela b. Sara Pereira - Media e Literacia c. Carlos Nunes - Ferramentas Digitais d. Paulo Rodrigues - LEGO e. Dora Batalim - Promoção da Leitura na Infância f. António Pedro - Companhia Caótica Dia 09 de outubro Conferências (período da manhã): a. Juliana Loyola & Andreia Brites (PNL) - Literatura e Ensino b. Pasquale Cipro Neto & José Pacheco - Português PT e BR c. Performance musical - Academia de Música de Óbidos Sessão de encerramento das sessões plenárias: Filipe Daniel - Presidente C.M. Óbidos Representante do PNL Dr.ª. Manuela Pargana - RBE Doutor João Costa - Ministro da Educação Tarde À descoberta e fruição de Óbidos Vila Literária#Folio 2022 Por motivos imprevistos o programa poderá sofrer alterações.

Metodologias

-Sessões teóricas presenciais de reflexão e sistematização de recursos pedagógicos e didáticos sobre as temáticas; -Sessões presenciais para efeitos de adaptação, transformação e produção de recursos formativos e didáticos sobre as temáticas em referência, para efeitos da sua aplicação em contexto escolar.

Avaliação

Relatório individual critico com referência aos produtos realizados por cada formando em contexto laboratorial, avaliado e classificado em conformidade com o Regulamento Jurídico da Formação Contínua e demais circulares emanados pelo Conselho Científico da Formação Contínua e Direção Geral da Administração Escolar.

Modelo

Inquérito de satisfação. Relatório dos formadores

Bibliografia

-A distribuir aos formandos.


Observações

*.A inscrição requer o pagamento da propina de 25€(Processo de certificação e gestão de dossier pedagógico).Só após o envio(submissão) do comprovativo de pagamento, procedimento feito neste portal, com identificação nominal do docente, é que se procederá à sua admissão na formação; 2.Após a validação da inscrição, o formando receberá o link para proceder à seleção dos workshops que pretende frequentar; 3.O número de vagas é limitado . A Prioridade é a ordem de inscrição, até se esgotarem as vagas estabelecidas; 4.O pagamento é efetuado por transferência bancária para o IBAN PT50 0045 5130 40297166470 44 (AE Rafael Bordalo Pinheiro).

Requer o pagamento da propina de 25€(Certificação e gestão de processo).Transferência bancária para o IBAN PT50 0045 5130 40297166470 44 (AE Rafael Bordalo Pinheiro).

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 08-10-2022 (Sábado) 09:00 - 13:00 4:00 Presencial
2 08-10-2022 (Sábado) 14:00 - 18:00 4:00 Presencial
3 09-10-2022 (Domingo) 09:00 - 13:00 4:00 Presencial
4 09-10-2022 (Domingo) 14:00 - 18:00 4:00 Presencial

INSCREVER-ME

Folio 2022 | Assistentes Operacionais
Assistentes Operacionais em serviço nas bibliotecas Escolares da região Oeste

Curso

 

15.0 horas

 

Presencial

 

Assistentes Operacionais em exercício de funções em Bibliotecas Escolares da Região Oeste

Local a definir

A ação de formação responde, transversalmente, às necessidades de formação dos Assistentes Operacionais em exercício de funções em Bibliotecas Escolares da região oeste nas áreas do conhecimento, promoção e mediação da leitura e da literatura, bem como relacionadas com o papel das bibliotecas escolares, ...
Ler mais Ler menos

Ref. 160AO012022 Inscrições abertas até 07-10-2022

Registo de acreditação: DGAE-110324/21

Modalidade: Curso de Formação

Duração: 15.0 horas

Início: 08-10-2022

Fim: 09-10-2022

Regime: Presencial

Local: None

Destinatários

Assistentes Operacionais em exercício de funções em Bibliotecas Escolares da Região Oeste

Acreditado pelo

DGAE - Direção-Geral da Administração Escolar

Entidade formadora/Parceria

CENTRO DE FORMAÇÃO DE ASSOCIAÇÕES DE ESCOLAS CENTRO-OESTE

Razões

A ação de formação responde, transversalmente, às necessidades de formação dos Assistentes Operacionais em exercício de funções em Bibliotecas Escolares da região oeste nas áreas do conhecimento, promoção e mediação da leitura e da literatura, bem como relacionadas com o papel das bibliotecas escolares, enquanto recurso de trabalho interdisciplinar aberto a todos os profissionais de educação, formação e cultura. Associam-se os conteúdos ao tema geral da edição de 2022 do Festival Internacional Literário de Óbidos - O Poder - e à divulgação da Rede de Cidades Criativas da UNESCO, que Óbidos integra desde 2016, na área da Literatura.

Objetivos

•Valorizar a leitura que ultrapassa a superficial e permite o acesso aos sentidos, à compreensão do texto, incluindo os níveis de inferência e de descodificação pelo contexto e as referências culturais. •Promover a reflexão de agentes educativos em contextos formais e não formais sobre a Literatura, a Leitura, a Educação, as Bibliotecas, e o tema de 2022 – O Poder. •Divulgar boas práticas e obras literárias de qualidade reconhecida e virtualidade educacional identificável. •Propiciar experiências de mediação leitora consistentes e inovadoras, com públicos de diversas idades e escolaridades •Estimular a conversa, a troca de ideias e de perguntas, a criatividade e a colaboração, incluindo entre universos profissionais, cívicos, científicos e artísticos considerados comumente de improvável encontro. .Apoiar o trabalho técnico e pedagógico na gestão das Bibliotecas Escolares

Conteúdos

1. apresentação da ação da formação: Objetivos e Metodologias - 1 hora 2. O "Poder". Conceptualização: Limites e abrangência do conceito - 3 horas 3. O Poder - Livros que interpelam -3 horas 4.Literacias e Leitura - O Poder - 4 horas 5. Informação - Literacias - 3 horas 6. Avaliação da ação de formação 1 hora Programa detalhado: Dia 08 de outubro de 2022 Sessão de Abertura: Margarida Reis - Vereadora da Educação da CMO Paulo Santos - Curador do FE 2022 Manuela Pargana - RBE José Santos - Diretor do AEJO Nicolau Borges - CFAE Conferências (período da manhã): a. Sara Amado, Catarina Requeijo, Maria Remédio e Miguel Fragata - Projeto "A Janela" b. Performance musical - Academia de Música de Óbidos b. David Justino - moderação de Isabel Lucas (?) - Educação e Poder c. Sérgio Godinho & Capicua - moderação Mafalda Milhões - O poder das palavras cantadas Oficinas* (período da tarde): a. Maria Remédios - A Janela b. Sara Pereira - Media e Literacia c. Carlos Nunes - Ferramentas Digitais d. Paulo Rodrigues - LEGO e. Dora Batalim - Promoção da Leitura na Infância f. António Pedro - Companhia Caótica Dia 09 de outubro Conferências (período da manhã): a. Juliana Loyola & Andreia Brites (PNL) - Literatura e Ensino b. Pasquale Cipro Neto & José Pacheco - Português PT e BR c. Performance musical - Academia de Música de Óbidos Sessão de encerramento das sessões plenárias: Filipe Daniel - Presidente C.M. Óbidos Representante do PNL Dr.ª. Manuela Pargana - RBE Doutor João Costa - Ministro da Educação Tarde À descoberta e fruição de Óbidos Vila Literária#Folio 2022 Por motivos imprevistos o programa poderá sofrer alterações.

Metodologias

-Sessões teóricas presenciais de reflexão e sistematização de recursos pedagógicos e didáticos sobre as temáticas; -Sessões presenciais para efeitos de adaptação, transformação e produção de recursos formativos e didáticos sobre as temáticas em referência, para efeitos da sua aplicação em contexto escolar

Avaliação

Relatório individual critico com referência aos produtos realizados por cada formando em contexto laboratorial, avaliado e classificado em conformidade com o definido pela Direção Geral da Administração Escolar.

Modelo

Inquérito de satisfação. Relatório dos formadores


Observações

1. Formação destinada exclusivamente a Assistentes Operacionais em exercício de funções na Região Oeste(Concelhos de Arruda dos Vinhos, Alenquer, Sobral de Monte de Agraço, Mafra, Torres Vedras, Lourinhã, Caldas da Rainha, Cadaval, Óbidos, Bombarral, Peniche, Alcobaça, Nazaré, Rio Maior). 2.Após a validação da inscrição, o formando receberá o link para proceder à seleção dos workshops que pretende frequentar; 3.O número de vagas é limitado . A Prioridade é a ordem de inscrição, até se esgotarem as vagas estabelecidas;

Submeter declaração passada pela entidade patronal a confirmar o exercício de funções em biblioteca escolar.

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 08-10-2022 (Sábado) 09:00 - 18:00 9:00 Presencial
2 09-10-2022 (Domingo) 09:00 - 18:00 9:00 Presencial

INSCREVER-ME
203

Capacitação Digital de Docentes – Nível 2
Professores do ensino básico, secundário e educação especial

Oficina

 

25.0 horas

 

Presencial

 

Professores dos Ensinos Básico e Secundário, Professores de Educação Especial

AE Rafael Bordalo Pinheiro

['O Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores, da Comissão Europeia (DigCompEdu), pretende promover a competência digital (CD) e a inovação na educação. É essencial que os docentes desenvolvam um conjunto de CD, de modo a tirar partido do potencial das tecnologias digitais. Esta ação visa ...
Ler mais Ler menos

Ref. 1367 Inscrições abertas até 07-10-2022

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-110091/20

Modalidade: Oficina de Formação

Duração: 25.0 horas

Início: 10-10-2022

Fim: 05-12-2022

Regime: Presencial

Local: AE Rafael Bordalo Pinheiro

Formador

Ana Margarida Presa Teixeira da Fonseca

Destinatários

Professores dos Ensinos Básico e Secundário, Professores de Educação Especial

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira. Mais se certifica que, para os efeitos previstos no artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Professores dos Ensinos Básico e Secundário, Professores de Educação Especial.

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Razões

['O Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores, da Comissão Europeia (DigCompEdu), pretende promover a competência digital (CD) e a inovação na educação. É essencial que os docentes desenvolvam um conjunto de CD, de modo a tirar partido do potencial das tecnologias digitais. Esta ação visa contribuir para desenvolver as CD dos docentes do sistema educativo e formativo nacional (nível 2) e a sua capacidade para implementar estratégias inovadoras de ensino e de aprendizagem. Ambiciona-se criar condições favoráveis a práticas educativas que se revelem promotoras do desenvolvimento de competências digitais dos alunos. Conjuntamente com esta formação, serão submetidas outras duas, articuladas ao nível da progressão dos conteúdos.']

Objetivos

['Esta ação de formação pretende desenvolver com os docentes de nível 2 (B1/B2 do DigCompEdu) um conjunto de conhecimentos e estratégias que lhes permita desenvolver CD do nível seguinte (C1/C2 do DigCompEdu). \r\nSão objetivos específicos:\r\n- promover o desenvolvimento, aprofundamento e densificação das CD dos docentes, tendo em vista as 6 áreas do referencial DigCompEdu;\r\n- capacitar os docentes para a realização de atividades com tecnologias digitais em diferentes modalidades de ensino;\r\n- capacitar os docentes para a implementação de atividades que promovam a aprendizagem e o desenvolvimento das CD dos alunos;\r\n- estimular a reflexão, partilha e utilização crítica das tecnologias em contexto educativo.']

Conteúdos

Os conteúdos da ação surgem, em sentido articulado e incremental, com os conteúdos da formação de nível 1.\r\n-\tDocumentos de enquadramento das políticas educativas.\r\n-\tEnvolvimento profissional: Discussão, renovação e inovação na prática profissional. Processos de liderança na era digital.\r\n-\tRecursos Educativos Digitais (RED): Utilização de estratégias e RED avançados de forma abrangente. Promoção da utilização de RED de forma colaborativa.\r\n-\tEnsino e Aprendizagem: Renovação da prática de ensino de forma estratégica e intencional. Inovação no processo de ensino e de aprendizagem em diferentes modalidades de ensino.\r\n-\tAvaliação das aprendizagens: Reflexão crítica sobre estratégias de avaliação digital. Inovação na avaliação das aprendizagens com recursos a soluções digitais.\r\n-\tCD dos Alunos: Promoção da CD dos alunos de forma abrangente e crítica. Inovação no envolvimento dos alunos utilizando formatos inovadores para promover a sua CD.\r\n-\tPlaneamento da formação e aprendizagem ao longo da vida.

Avaliação

['Aplicação do determinado no regime Jurídico da Formação Contínua de professores, Decreto-lei nº 22/2014, de 11 de fevereiro, conjugado com o Despacho nº 4595/2015, de 6 de maio e com o \x93Regulamento para Acreditação e Creditação de Ações de Formação Contínua. A classificação de cada formando será realizada na escala de 1 a 10 conforme indicado no Despacho n.º 4595/2015, de 6 de maio, respeitando todos os dispositivos legais da avaliação contínua e tendo por base a participação/contributos e o trabalho final individual elaborado e apresentado pelos formandos.']

Bibliografia

Comissão Europeia (2020). Blended learning in school education – guidelines for the start of the academic year 2020/21. Disponível em: https://www.schooleducationgateway.eu/pt/pub/resources/ publications/blended-learning-guidelines.htmComissão Europeia (2018). Plano de Ação para a Educação Digital. Disponível em: https://eur-lex.europa.eu/legal-content/PT/TXT/PDF/?uri=CELEX:52018DC0022&from=ENLucas, M., & Moreira, A. (2018). DigCompEdu: Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores. Aveiro: UA Editora.Licht, A.H, Tasiopoulou, E., & Wastiau, P. (2017). Open Book of Educational Innovation. European Schoolnet, Brussels. Disponível em: http://www.eun.org/documents/411753/817341/ Open_book_of_Innovational_Education.pdfMinistério da Educação (2017). Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória, Lisboa: ME


Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 10-10-2022 (Segunda-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
2 17-10-2022 (Segunda-feira) 17:30 - 19:30 2:00 Online síncrona
3 24-10-2022 (Segunda-feira) 17:30 - 19:30 2:00 Online síncrona
4 31-10-2022 (Segunda-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Online síncrona
5 07-11-2022 (Segunda-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Online síncrona
6 14-11-2022 (Segunda-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Online síncrona
7 21-11-2022 (Segunda-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Online síncrona
8 28-11-2022 (Segunda-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
9 05-12-2022 (Segunda-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial

INSCREVER-ME

203
198

Capacitação Digital de Docentes – Nível 1
Professores do ensino básico, secundário e educação especial

Oficina

 

25.0 horas

 

Presencial

 

Professores dos Ensinos Básico e Secundário, Professores de Educação Especial

Escola Secundária de Peniche

['O Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores da Comissão Europeia (doravante DigCompEdu), pretende promover a competência digital (CD) e a inovação na educação. É essencial que os docentes desenvolvam um conjunto de CD, de modo a tirar partido do potencial das tecnologias digitais. Esta ação ...
Ler mais Ler menos

Ref. 1352 Inscrições abertas até 10-10-2022

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-110092/20

Modalidade: Oficina de Formação

Duração: 25.0 horas

Início: 11-10-2022

Fim: 06-12-2022

Regime: Presencial

Local: Escola Secundária de Peniche

Formador

Neuza Joana de Jesus Viterbo e Silva

Destinatários

Professores dos Ensinos Básico e Secundário, Professores de Educação Especial

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira. Mais se certifica que, para os efeitos previstos no artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Professores dos Ensinos Básico e Secundário, Professores de Educação Especial.

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Entidade formadora/Parceria

CENTRO DE FORMAÇÃO DE ASSOCIAÇÕES DE ESCOLAS CENTRO-OESTE

Razões

['O Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores da Comissão Europeia (doravante DigCompEdu), pretende promover a competência digital (CD) e a inovação na educação. É essencial que os docentes desenvolvam um conjunto de CD, de modo a tirar partido do potencial das tecnologias digitais. Esta ação visa contribuir para desenvolver as CD dos docentes do sistema educativo e formativo nacional (nível 1) e a sua capacidade para implementar estratégias inovadoras de ensino e de aprendizagem. Ambiciona-se, assim, criar condições favoráveis a práticas educativas que se revelem promotoras do desenvolvimento de CD dos alunos. Conjuntamente com esta formação, serão submetidas outras duas, articuladas ao nível da progressão dos conteúdos.']

Objetivos

['Esta ação de formação pretende desenvolver com os docentes de nível 1 (A1/A2 do DigCompEdu) um conjunto de conhecimentos e estratégias que lhes permita desenvolver CD do nível seguinte (B1/B2 do DigCompEdu).\r\nSão objetivos específicos:\r\n- promover o desenvolvimento das CD dos docentes, tendo em vista as 6 áreas do referencial DigCompEdu;\r\n- capacitar os docentes para a realização de atividades com tecnologias digitais em diferentes modalidades de ensino;\r\n- capacitar os docentes na utilização significativa de ambientes e ferramentas digitais e definição de estratégias diversificadas de integração destes em contexto educativo; \r\n- capacitar os docentes para a implementação de atividades promotoras da aprendizagem e o desenvolvimento das CD dos alunos.']

Conteúdos

1. Documentos enquadradores das políticas educativas atuais associados ao Plano nacional de Transição Digital.\r\n2. Envolvimento profissional: Exploração de opções digitais para colaboração e comunicação institucional e melhoria da prática profissional.\r\n3. Recursos Digitais: Exploração, seleção e adequação de RED ao contexto de aprendizagem. Utilização de RED interativos.\r\n4. Ensino e Aprendizagem: Exploração de estratégias de ensino e de aprendizagem digital. Integração significativa de RED na melhoria de atividades de ensino e aprendizagem.\r\n5. Avaliação das aprendizagens: Exploração de estratégias de avaliação digital. Melhoria das abordagens de avaliação através de soluções digitais.\r\n6. CD dos Alunos: Exploração de estratégias de promoção e uso pedagógico de tecnologias digitais. Utilização de ferramentas e estratégias para suporte ao desenho e implementação de atividades de promoção da CD dos alunos.\r\n7. Planificação de atividades com tecnologias digitais em diferentes modalidades de ensino.

Metodologias

[]

Avaliação

['Aplicação do determinado no regime Jurídico da Formação Contínua de professores, Decreto-lei nº 22/2014, de 11 de fevereiro, conjugado com o Despacho nº 4595/2015, de 6 de maio e com o \x93Regulamento para Acreditação e Creditação de Ações de Formação Contínua. A classificação de cada formando será realizada na escala de 1 a 10 conforme indicado no Despacho n.º 4595/2015, de 6 de maio, respeitando todos os dispositivos legais da avaliação contínua e tendo por base a participação/contributos e o trabalho final individual elaborado e apresentado pelos formandos.']

Bibliografia

Comissão Europeia (2020). Blended learning in school education – guidelines for the start of the academic year 2020/21. Disponível em: https://www.schooleducationgateway.eu/pt/pub/resources/ publications/blended-learning-guidelines.htmComissão Europeia (2018). Plano de Ação para a Educação Digital. Disponível em: https://eur-lex.europa.eu/legal-content/PT/TXT/PDF/?uri=CELEX:52018DC0022&from=ENLucas, M., & Moreira, A. (2018). DigCompEdu: Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores. Aveiro: UA Editora.Licht, A.H, Tasiopoulou, E., & Wastiau, P. (2017). Open Book of Educational Innovation. European Schoolnet, Brussels. Disponível em: http://www.eun.org/documents/411753/817341/ Open_book_of_Innovational_Education.pdfMinistério da Educação (2017). Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória, Lisboa: ME


Observações

Docentes pertencentes aos AE da área do CFAE Centro-Oeste, por ordem de inscrição.

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 11-10-2022 (Terça-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
2 18-10-2022 (Terça-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
3 25-10-2022 (Terça-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
4 08-11-2022 (Terça-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
5 15-11-2022 (Terça-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
6 22-11-2022 (Terça-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
7 29-11-2022 (Terça-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
8 06-12-2022 (Terça-feira) 17:30 - 21:30 4:00 Presencial

INSCREVER-ME

198
202

Capacitação Digital de Docentes – Nível 2
Professores do ensino básico, secundário e educação especial, por ordem de inscrição.

Oficina

 

25.0 horas

 

Presencial

 

Professores dos Ensinos Básico e Secundário, Professores de Educação Especial

AE do Cadaval

['O Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores, da Comissão Europeia (DigCompEdu), pretende promover a competência digital (CD) e a inovação na educação. É essencial que os docentes desenvolvam um conjunto de CD, de modo a tirar partido do potencial das tecnologias digitais. Esta ação visa ...
Ler mais Ler menos

Ref. 1366 Inscrições abertas até 09-10-2022

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-110091/20

Modalidade: Oficina de Formação

Duração: 25.0 horas

Início: 11-10-2022

Fim: 06-12-2022

Regime: Presencial

Local: AE do Cadaval

Formador

Sérgio Ricardo da Silva Rodrigues

Destinatários

Professores dos Ensinos Básico e Secundário, Professores de Educação Especial

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira. Mais se certifica que, para os efeitos previstos no artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Professores dos Ensinos Básico e Secundário, Professores de Educação Especial.

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Razões

['O Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores, da Comissão Europeia (DigCompEdu), pretende promover a competência digital (CD) e a inovação na educação. É essencial que os docentes desenvolvam um conjunto de CD, de modo a tirar partido do potencial das tecnologias digitais. Esta ação visa contribuir para desenvolver as CD dos docentes do sistema educativo e formativo nacional (nível 2) e a sua capacidade para implementar estratégias inovadoras de ensino e de aprendizagem. Ambiciona-se criar condições favoráveis a práticas educativas que se revelem promotoras do desenvolvimento de competências digitais dos alunos. Conjuntamente com esta formação, serão submetidas outras duas, articuladas ao nível da progressão dos conteúdos.']

Objetivos

['Esta ação de formação pretende desenvolver com os docentes de nível 2 (B1/B2 do DigCompEdu) um conjunto de conhecimentos e estratégias que lhes permita desenvolver CD do nível seguinte (C1/C2 do DigCompEdu). \r\nSão objetivos específicos:\r\n- promover o desenvolvimento, aprofundamento e densificação das CD dos docentes, tendo em vista as 6 áreas do referencial DigCompEdu;\r\n- capacitar os docentes para a realização de atividades com tecnologias digitais em diferentes modalidades de ensino;\r\n- capacitar os docentes para a implementação de atividades que promovam a aprendizagem e o desenvolvimento das CD dos alunos;\r\n- estimular a reflexão, partilha e utilização crítica das tecnologias em contexto educativo.']

Conteúdos

Os conteúdos da ação surgem, em sentido articulado e incremental, com os conteúdos da formação de nível 1.\r\n-\tDocumentos de enquadramento das políticas educativas.\r\n-\tEnvolvimento profissional: Discussão, renovação e inovação na prática profissional. Processos de liderança na era digital.\r\n-\tRecursos Educativos Digitais (RED): Utilização de estratégias e RED avançados de forma abrangente. Promoção da utilização de RED de forma colaborativa.\r\n-\tEnsino e Aprendizagem: Renovação da prática de ensino de forma estratégica e intencional. Inovação no processo de ensino e de aprendizagem em diferentes modalidades de ensino.\r\n-\tAvaliação das aprendizagens: Reflexão crítica sobre estratégias de avaliação digital. Inovação na avaliação das aprendizagens com recursos a soluções digitais.\r\n-\tCD dos Alunos: Promoção da CD dos alunos de forma abrangente e crítica. Inovação no envolvimento dos alunos utilizando formatos inovadores para promover a sua CD.\r\n-\tPlaneamento da formação e aprendizagem ao longo da vida.

Avaliação

['Aplicação do determinado no regime Jurídico da Formação Contínua de professores, Decreto-lei nº 22/2014, de 11 de fevereiro, conjugado com o Despacho nº 4595/2015, de 6 de maio e com o \x93Regulamento para Acreditação e Creditação de Ações de Formação Contínua. A classificação de cada formando será realizada na escala de 1 a 10 conforme indicado no Despacho n.º 4595/2015, de 6 de maio, respeitando todos os dispositivos legais da avaliação contínua e tendo por base a participação/contributos e o trabalho final individual elaborado e apresentado pelos formandos.']

Bibliografia

Comissão Europeia (2020). Blended learning in school education – guidelines for the start of the academic year 2020/21. Disponível em: https://www.schooleducationgateway.eu/pt/pub/resources/ publications/blended-learning-guidelines.htmComissão Europeia (2018). Plano de Ação para a Educação Digital. Disponível em: https://eur-lex.europa.eu/legal-content/PT/TXT/PDF/?uri=CELEX:52018DC0022&from=ENLucas, M., & Moreira, A. (2018). DigCompEdu: Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores. Aveiro: UA Editora.Licht, A.H, Tasiopoulou, E., & Wastiau, P. (2017). Open Book of Educational Innovation. European Schoolnet, Brussels. Disponível em: http://www.eun.org/documents/411753/817341/ Open_book_of_Innovational_Education.pdfMinistério da Educação (2017). Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória, Lisboa: ME


Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 11-10-2022 (Terça-feira) 17:00 - 20:30 3:30 Presencial
2 25-10-2022 (Terça-feira) 17:00 - 20:30 3:30 Presencial
3 08-11-2022 (Terça-feira) 17:00 - 20:30 3:30 Presencial
4 15-11-2022 (Terça-feira) 17:00 - 20:30 3:30 Presencial
5 22-11-2022 (Terça-feira) 17:00 - 20:30 3:30 Presencial
6 29-11-2022 (Terça-feira) 17:00 - 20:30 3:30 Presencial
7 06-12-2022 (Terça-feira) 17:00 - 21:00 4:00 Presencial

INSCREVER-ME

202
167

Capacitação Digital de Docentes – Nível 1
Professores do 1º Ciclo; Professores do 2º Ciclo; Professores do 3º Ciclo e Secundário; Professores de Educação Especial; (exclusivo a docentes do AE D. João II)-ordem inscrição

Oficina

 

25.0 horas

 

Presencial

 

Professores dos Ensinos Básico e Secundário, Professores de Educação Especial

AE D. João II - Caldas da Rainha

['O Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores da Comissão Europeia (doravante DigCompEdu), pretende promover a competência digital (CD) e a inovação na educação. É essencial que os docentes desenvolvam um conjunto de CD, de modo a tirar partido do potencial das tecnologias digitais. Esta ação ...
Ler mais Ler menos

Ref. 13501 Inscrições abertas até 11-10-2022

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-110092/20

Modalidade: Oficina de Formação

Duração: 25.0 horas

Início: 13-10-2022

Fim: 15-12-2022

Regime: Presencial

Local: AE D. João II - Caldas da Rainha

Formador

Paulo Alexandre da Graça Vieira Alves

Destinatários

Professores dos Ensinos Básico e Secundário, Professores de Educação Especial

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira. Mais se certifica que, para os efeitos previstos no artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Professores dos Ensinos Básico e Secundário, Professores de Educação Especial.

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Entidade formadora/Parceria

CENTRO DE FORMAÇÃO DE ASSOCIAÇÕES DE ESCOLAS CENTRO-OESTE

Razões

['O Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores da Comissão Europeia (doravante DigCompEdu), pretende promover a competência digital (CD) e a inovação na educação. É essencial que os docentes desenvolvam um conjunto de CD, de modo a tirar partido do potencial das tecnologias digitais. Esta ação visa contribuir para desenvolver as CD dos docentes do sistema educativo e formativo nacional (nível 1) e a sua capacidade para implementar estratégias inovadoras de ensino e de aprendizagem. Ambiciona-se, assim, criar condições favoráveis a práticas educativas que se revelem promotoras do desenvolvimento de CD dos alunos. Conjuntamente com esta formação, serão submetidas outras duas, articuladas ao nível da progressão dos conteúdos.']

Objetivos

['Esta ação de formação pretende desenvolver com os docentes de nível 1 (A1/A2 do DigCompEdu) um conjunto de conhecimentos e estratégias que lhes permita desenvolver CD do nível seguinte (B1/B2 do DigCompEdu).\r\nSão objetivos específicos:\r\n- promover o desenvolvimento das CD dos docentes, tendo em vista as 6 áreas do referencial DigCompEdu;\r\n- capacitar os docentes para a realização de atividades com tecnologias digitais em diferentes modalidades de ensino;\r\n- capacitar os docentes na utilização significativa de ambientes e ferramentas digitais e definição de estratégias diversificadas de integração destes em contexto educativo; \r\n- capacitar os docentes para a implementação de atividades promotoras da aprendizagem e o desenvolvimento das CD dos alunos.']

Conteúdos

1. Documentos enquadradores das políticas educativas atuais associados ao Plano nacional de Transição Digital.\r\n2. Envolvimento profissional: Exploração de opções digitais para colaboração e comunicação institucional e melhoria da prática profissional.\r\n3. Recursos Digitais: Exploração, seleção e adequação de RED ao contexto de aprendizagem. Utilização de RED interativos.\r\n4. Ensino e Aprendizagem: Exploração de estratégias de ensino e de aprendizagem digital. Integração significativa de RED na melhoria de atividades de ensino e aprendizagem.\r\n5. Avaliação das aprendizagens: Exploração de estratégias de avaliação digital. Melhoria das abordagens de avaliação através de soluções digitais.\r\n6. CD dos Alunos: Exploração de estratégias de promoção e uso pedagógico de tecnologias digitais. Utilização de ferramentas e estratégias para suporte ao desenho e implementação de atividades de promoção da CD dos alunos.\r\n7. Planificação de atividades com tecnologias digitais em diferentes modalidades de ensino.

Metodologias

[]

Avaliação

['Aplicação do determinado no regime Jurídico da Formação Contínua de professores, Decreto-lei nº 22/2014, de 11 de fevereiro, conjugado com o Despacho nº 4595/2015, de 6 de maio e com o \x93Regulamento para Acreditação e Creditação de Ações de Formação Contínua. A classificação de cada formando será realizada na escala de 1 a 10 conforme indicado no Despacho n.º 4595/2015, de 6 de maio, respeitando todos os dispositivos legais da avaliação contínua e tendo por base a participação/contributos e o trabalho final individual elaborado e apresentado pelos formandos.']

Bibliografia

Comissão Europeia (2020). Blended learning in school education – guidelines for the start of the academic year 2020/21. Disponível em: https://www.schooleducationgateway.eu/pt/pub/resources/ publications/blended-learning-guidelines.htmComissão Europeia (2018). Plano de Ação para a Educação Digital. Disponível em: https://eur-lex.europa.eu/legal-content/PT/TXT/PDF/?uri=CELEX:52018DC0022&from=ENLucas, M., & Moreira, A. (2018). DigCompEdu: Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores. Aveiro: UA Editora.Licht, A.H, Tasiopoulou, E., & Wastiau, P. (2017). Open Book of Educational Innovation. European Schoolnet, Brussels. Disponível em: http://www.eun.org/documents/411753/817341/ Open_book_of_Innovational_Education.pdfMinistério da Educação (2017). Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória, Lisboa: ME


Observações

Formador: Paulo Alves O inicio desta oficina foi adiada para iniciar no dia 13 de outubro de 2022. A data da sessão adiada será acordada entre formandos e formador.

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 13-10-2022 (Quinta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Presencial
2 20-10-2022 (Quinta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Presencial
3 27-10-2022 (Quinta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Presencial
4 10-11-2022 (Quinta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Presencial
5 24-11-2022 (Quinta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Presencial
6 28-11-2022 (Segunda-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Presencial
7 15-12-2022 (Quinta-feira) 17:00 - 21:00 4:00 Presencial

INSCREVER-ME

167
199

Capacitação Digital de Docentes – Nível 2
Professores do ensino básico, secundário e educação especial

Oficina

 

25.0 horas

 

Presencial

 

Professores dos Ensinos Básico e Secundário, Professores de Educação Especial

Escola Secundária de Peniche

['O Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores, da Comissão Europeia (DigCompEdu), pretende promover a competência digital (CD) e a inovação na educação. É essencial que os docentes desenvolvam um conjunto de CD, de modo a tirar partido do potencial das tecnologias digitais. Esta ação visa ...
Ler mais Ler menos

Ref. 1364 Inscrições abertas até 12-10-2022

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-110091/20

Modalidade: Oficina de Formação

Duração: 25.0 horas

Início: 13-10-2022

Fim: 15-12-2022

Regime: Presencial

Local: Escola Secundária de Peniche

Formador

Neuza Joana de Jesus Viterbo e Silva

Destinatários

Professores dos Ensinos Básico e Secundário, Professores de Educação Especial

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira. Mais se certifica que, para os efeitos previstos no artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Professores dos Ensinos Básico e Secundário, Professores de Educação Especial.

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Razões

['O Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores, da Comissão Europeia (DigCompEdu), pretende promover a competência digital (CD) e a inovação na educação. É essencial que os docentes desenvolvam um conjunto de CD, de modo a tirar partido do potencial das tecnologias digitais. Esta ação visa contribuir para desenvolver as CD dos docentes do sistema educativo e formativo nacional (nível 2) e a sua capacidade para implementar estratégias inovadoras de ensino e de aprendizagem. Ambiciona-se criar condições favoráveis a práticas educativas que se revelem promotoras do desenvolvimento de competências digitais dos alunos. Conjuntamente com esta formação, serão submetidas outras duas, articuladas ao nível da progressão dos conteúdos.']

Objetivos

['Esta ação de formação pretende desenvolver com os docentes de nível 2 (B1/B2 do DigCompEdu) um conjunto de conhecimentos e estratégias que lhes permita desenvolver CD do nível seguinte (C1/C2 do DigCompEdu). \r\nSão objetivos específicos:\r\n- promover o desenvolvimento, aprofundamento e densificação das CD dos docentes, tendo em vista as 6 áreas do referencial DigCompEdu;\r\n- capacitar os docentes para a realização de atividades com tecnologias digitais em diferentes modalidades de ensino;\r\n- capacitar os docentes para a implementação de atividades que promovam a aprendizagem e o desenvolvimento das CD dos alunos;\r\n- estimular a reflexão, partilha e utilização crítica das tecnologias em contexto educativo.']

Conteúdos

Os conteúdos da ação surgem, em sentido articulado e incremental, com os conteúdos da formação de nível 1.\r\n-\tDocumentos de enquadramento das políticas educativas.\r\n-\tEnvolvimento profissional: Discussão, renovação e inovação na prática profissional. Processos de liderança na era digital.\r\n-\tRecursos Educativos Digitais (RED): Utilização de estratégias e RED avançados de forma abrangente. Promoção da utilização de RED de forma colaborativa.\r\n-\tEnsino e Aprendizagem: Renovação da prática de ensino de forma estratégica e intencional. Inovação no processo de ensino e de aprendizagem em diferentes modalidades de ensino.\r\n-\tAvaliação das aprendizagens: Reflexão crítica sobre estratégias de avaliação digital. Inovação na avaliação das aprendizagens com recursos a soluções digitais.\r\n-\tCD dos Alunos: Promoção da CD dos alunos de forma abrangente e crítica. Inovação no envolvimento dos alunos utilizando formatos inovadores para promover a sua CD.\r\n-\tPlaneamento da formação e aprendizagem ao longo da vida.

Avaliação

['Aplicação do determinado no regime Jurídico da Formação Contínua de professores, Decreto-lei nº 22/2014, de 11 de fevereiro, conjugado com o Despacho nº 4595/2015, de 6 de maio e com o \x93Regulamento para Acreditação e Creditação de Ações de Formação Contínua. A classificação de cada formando será realizada na escala de 1 a 10 conforme indicado no Despacho n.º 4595/2015, de 6 de maio, respeitando todos os dispositivos legais da avaliação contínua e tendo por base a participação/contributos e o trabalho final individual elaborado e apresentado pelos formandos.']

Bibliografia

Comissão Europeia (2020). Blended learning in school education – guidelines for the start of the academic year 2020/21. Disponível em: https://www.schooleducationgateway.eu/pt/pub/resources/ publications/blended-learning-guidelines.htmComissão Europeia (2018). Plano de Ação para a Educação Digital. Disponível em: https://eur-lex.europa.eu/legal-content/PT/TXT/PDF/?uri=CELEX:52018DC0022&from=ENLucas, M., & Moreira, A. (2018). DigCompEdu: Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores. Aveiro: UA Editora.Licht, A.H, Tasiopoulou, E., & Wastiau, P. (2017). Open Book of Educational Innovation. European Schoolnet, Brussels. Disponível em: http://www.eun.org/documents/411753/817341/ Open_book_of_Innovational_Education.pdfMinistério da Educação (2017). Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória, Lisboa: ME


Observações

Docentes dos Agrupamentos de Escolas da área do CFAE Centro Oeste, por ordem de inscrição.

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 13-10-2022 (Quinta-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
2 20-10-2022 (Quinta-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
3 27-10-2022 (Quinta-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
4 03-11-2022 (Quinta-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
5 10-11-2022 (Quinta-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
6 17-11-2022 (Quinta-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
7 24-11-2022 (Quinta-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
8 15-12-2022 (Quinta-feira) 17:30 - 21:30 4:00 Presencial

INSCREVER-ME

199
201

Capacitação Digital de Docentes – Nível 3
Professores do ensino básico, secundário e educação especial

Oficina

 

25.0 horas

 

Presencial

 

Professores dos Ensinos Básico e Secundário, Professores de Educação Especial

AE do Cadaval

['O Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores, da Comissão Europeia (DigCompEdu), pretende promover a competência digital (CD) e a inovação na educação. É essencial que os docentes desenvolvam um conjunto de CD, de modo a tirar partido do potencial das tecnologias digitais. Esta ação visa ...
Ler mais Ler menos

Ref. 1522 Inscrições abertas até 11-10-2022

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-110090/20

Modalidade: Oficina de Formação

Duração: 25.0 horas

Início: 13-10-2022

Fim: 02-12-2022

Regime: Presencial

Local: AE do Cadaval

Formador

Sérgio Ricardo da Silva Rodrigues

Destinatários

Professores dos Ensinos Básico e Secundário, Professores de Educação Especial

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Professores dos Ensinos Básico e Secundário, Professores de Educação Especial. Para efeitos de aplicação do artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira.

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Entidade formadora/Parceria

CENTRO DE FORMAÇÃO DE ASSOCIAÇÕES DE ESCOLAS CENTRO-OESTE

Razões

['O Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores, da Comissão Europeia (DigCompEdu), pretende promover a competência digital (CD) e a inovação na educação. É essencial que os docentes desenvolvam um conjunto de CD, de modo a tirar partido do potencial das tecnologias digitais. Esta ação visa contribuir para desenvolver as competências digitais dos docentes do sistema educativo e formativo nacional (nível 3) e a sua capacidade para implementar estratégias inovadoras de ensino e de aprendizagem. Ambiciona-se criar condições favoráveis a práticas educativas que se revelem promotoras do desenvolvimento de CD dos alunos. Conjuntamente com esta formação, serão submetidas outras duas, articuladas ao nível da progressão dos conteúdos.']

Objetivos

['Pretende-se desenvolver com os docentes de nível 3 (C1/C2 do DigCompEdu) um conjunto de conhecimentos e de processos que lhes permita potenciar as suas competências digitais na promoção de estratégias e ações inovadoras na comunidade educativa. \r\nSão objetivos específicos:\r\n- formular estratégias pedagógicas inovadoras e promotoras das CD dos docentes e alunos;\r\n- capacitar os docentes para a realização de atividades com tecnologias digitais em diferentes modalidades de ensino;\r\n- promover o desenvolvimento de ações que contribuam para os Plano de Ação para o Desenvolvimento Digital das suas escolas;\r\n- promover e estimular a reflexão, a partilha e a utilização crítica das tecnologias digitais em contexto educativo.']

Conteúdos

Os conteúdos da ação surgem, em sentido articulado e incremental, com os conteúdos da formação de nível 1 e 2.\r\n-\tExploração de documentos de enquadramento das políticas educativas.\r\n-\tDiscussão, renovação e inovação na prática profissional.\r\n-\tReflexão em torno de conceitos relacionados com escolas, professores e alunos digitalmente competentes. \r\n-\tUtilização das tecnologias digitais na colaboração e inovação pedagógica ao serviço da comunidade educativa.\r\n-\tEstratégias e metodologias relacionadas com o desenvolvimento curricular através de ambientes e ferramentas digitais.\r\n-\tEstratégias digitais de caráter científico-pedagógico promotoras do desenvolvimento profissional dos docentes.\r\n-\tPlaneamento de atividades didático-pedagógicas promotoras do desenvolvimento da competência digital dos alunos.\r\n-\tConceção de Planos de Ação para o Desenvolvimento Digital: conceitos, metodologias de desenvolvimento, implementação, monitorização, avaliação.

Metodologias

[]

Avaliação

['Aplicação do determinado no regime Jurídico da Formação Contínua de professores, Decreto-lei nº 22/2014, de 11 de fevereiro, conjugado com o Despacho nº 4595/2015, de 6 de maio e com o \x93Regulamento para Acreditação e Creditação de Ações de Formação Contínua. A classificação de cada formando será realizada na escala de 1 a 10 conforme indicado no Despacho n.º 4595/2015, de 6 de maio, respeitando todos os dispositivos legais da avaliação contínua e tendo por base a participação/contributos e o trabalho final individual elaborado e apresentado pelos formandos.']

Bibliografia

Comissão Europeia (2020). Blended learning in school education – guidelines for the start of the academic year 2020/21. Disponível em: https://www.schooleducationgateway.eu/pt/pub/resources/ publications/blended-learning-guidelines.htmComissão Europeia (2018). Plano de Ação para a Educação Digital. Disponível em: https://eur-lex.europa.eu/legal-content/PT/TXT/PDF/?uri=CELEX:52018DC0022&from=ENEU Science Hub (2018). Self-reflection tool for digitally capable schools (SELFIE). Disponível em: https://ec.europa.eu/jrc/en/digcomporg/selfie-toolLucas, M., & Moreira, A. (2018). DigCompEdu: Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores. Aveiro: UA Editora.Licht, A.H, Tasiopoulou, E., & Wastiau, P. (2017). Open Book of Educational Innovation. European Schoolnet, Brussels. Disponível em: http://www.eun.org/documents/411753/817341/ Open_book_of_Innovational_Education.pdf


Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 13-10-2022 (Quinta-feira) 17:00 - 20:30 3:30 Presencial
2 27-10-2022 (Quinta-feira) 17:00 - 20:30 3:30 Presencial
3 03-11-2022 (Quinta-feira) 17:00 - 20:30 3:30 Presencial
4 10-11-2022 (Quinta-feira) 17:00 - 20:30 3:30 Presencial
5 17-11-2022 (Quinta-feira) 17:00 - 20:30 3:30 Presencial
6 24-11-2022 (Quinta-feira) 17:00 - 20:30 3:30 Presencial
7 02-12-2022 (Sexta-feira) 17:00 - 21:00 4:00 Presencial

INSCREVER-ME

201

Capacitação Digital de Docentes – Nível 2
Professores do ensino básico, secundário e educação especial

Oficina

 

25.0 horas

 

Presencial

 

Professores dos Ensinos Básico e Secundário, Professores de Educação Especial

AE Rafael Bordalo Pinheiro

['O Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores, da Comissão Europeia (DigCompEdu), pretende promover a competência digital (CD) e a inovação na educação. É essencial que os docentes desenvolvam um conjunto de CD, de modo a tirar partido do potencial das tecnologias digitais. Esta ação visa ...
Ler mais Ler menos

Ref. 1365 Inscrições abertas até 17-10-2022

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-110091/20

Modalidade: Oficina de Formação

Duração: 25.0 horas

Início: 18-10-2022

Fim: 13-12-2022

Regime: Presencial

Local: AE Rafael Bordalo Pinheiro

Formador

Paulo João Marques Leonardo

Destinatários

Professores dos Ensinos Básico e Secundário, Professores de Educação Especial

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira. Mais se certifica que, para os efeitos previstos no artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Professores dos Ensinos Básico e Secundário, Professores de Educação Especial.

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Razões

['O Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores, da Comissão Europeia (DigCompEdu), pretende promover a competência digital (CD) e a inovação na educação. É essencial que os docentes desenvolvam um conjunto de CD, de modo a tirar partido do potencial das tecnologias digitais. Esta ação visa contribuir para desenvolver as CD dos docentes do sistema educativo e formativo nacional (nível 2) e a sua capacidade para implementar estratégias inovadoras de ensino e de aprendizagem. Ambiciona-se criar condições favoráveis a práticas educativas que se revelem promotoras do desenvolvimento de competências digitais dos alunos. Conjuntamente com esta formação, serão submetidas outras duas, articuladas ao nível da progressão dos conteúdos.']

Objetivos

['Esta ação de formação pretende desenvolver com os docentes de nível 2 (B1/B2 do DigCompEdu) um conjunto de conhecimentos e estratégias que lhes permita desenvolver CD do nível seguinte (C1/C2 do DigCompEdu). \r\nSão objetivos específicos:\r\n- promover o desenvolvimento, aprofundamento e densificação das CD dos docentes, tendo em vista as 6 áreas do referencial DigCompEdu;\r\n- capacitar os docentes para a realização de atividades com tecnologias digitais em diferentes modalidades de ensino;\r\n- capacitar os docentes para a implementação de atividades que promovam a aprendizagem e o desenvolvimento das CD dos alunos;\r\n- estimular a reflexão, partilha e utilização crítica das tecnologias em contexto educativo.']

Conteúdos

Os conteúdos da ação surgem, em sentido articulado e incremental, com os conteúdos da formação de nível 1.\r\n-\tDocumentos de enquadramento das políticas educativas.\r\n-\tEnvolvimento profissional: Discussão, renovação e inovação na prática profissional. Processos de liderança na era digital.\r\n-\tRecursos Educativos Digitais (RED): Utilização de estratégias e RED avançados de forma abrangente. Promoção da utilização de RED de forma colaborativa.\r\n-\tEnsino e Aprendizagem: Renovação da prática de ensino de forma estratégica e intencional. Inovação no processo de ensino e de aprendizagem em diferentes modalidades de ensino.\r\n-\tAvaliação das aprendizagens: Reflexão crítica sobre estratégias de avaliação digital. Inovação na avaliação das aprendizagens com recursos a soluções digitais.\r\n-\tCD dos Alunos: Promoção da CD dos alunos de forma abrangente e crítica. Inovação no envolvimento dos alunos utilizando formatos inovadores para promover a sua CD.\r\n-\tPlaneamento da formação e aprendizagem ao longo da vida.

Avaliação

['Aplicação do determinado no regime Jurídico da Formação Contínua de professores, Decreto-lei nº 22/2014, de 11 de fevereiro, conjugado com o Despacho nº 4595/2015, de 6 de maio e com o \x93Regulamento para Acreditação e Creditação de Ações de Formação Contínua. A classificação de cada formando será realizada na escala de 1 a 10 conforme indicado no Despacho n.º 4595/2015, de 6 de maio, respeitando todos os dispositivos legais da avaliação contínua e tendo por base a participação/contributos e o trabalho final individual elaborado e apresentado pelos formandos.']

Bibliografia

Comissão Europeia (2020). Blended learning in school education – guidelines for the start of the academic year 2020/21. Disponível em: https://www.schooleducationgateway.eu/pt/pub/resources/ publications/blended-learning-guidelines.htmComissão Europeia (2018). Plano de Ação para a Educação Digital. Disponível em: https://eur-lex.europa.eu/legal-content/PT/TXT/PDF/?uri=CELEX:52018DC0022&from=ENLucas, M., & Moreira, A. (2018). DigCompEdu: Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores. Aveiro: UA Editora.Licht, A.H, Tasiopoulou, E., & Wastiau, P. (2017). Open Book of Educational Innovation. European Schoolnet, Brussels. Disponível em: http://www.eun.org/documents/411753/817341/ Open_book_of_Innovational_Education.pdfMinistério da Educação (2017). Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória, Lisboa: ME


Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 18-10-2022 (Terça-feira) 18:30 - 21:30 3:00 Presencial
2 25-10-2022 (Terça-feira) 18:30 - 21:30 3:00 Online síncrona
3 08-11-2022 (Terça-feira) 18:30 - 21:30 3:00 Online síncrona
4 15-11-2022 (Terça-feira) 18:30 - 21:30 3:00 Presencial
5 22-11-2022 (Terça-feira) 18:30 - 21:30 3:00 Online síncrona
6 29-11-2022 (Terça-feira) 18:30 - 21:30 3:00 Online síncrona
7 06-12-2022 (Terça-feira) 18:30 - 21:30 3:00 Presencial
8 13-12-2022 (Terça-feira) 18:30 - 22:30 4:00 Presencial

INSCREVER-ME

200
158

Arte Urbana e Plataformas Digitais
Docentes dos Grupos 110; 200;240; 400 e 600.

Oficina

 

15.0 horas

 

Presencial

 

Docentes dos Grupos 110; 200; 240; 400 e 600.

Caldas da Rainha, Lourinhã e Lisboa

A contínua mudança dos espaços nas cidades, da criação de espaços periféricos e abandonados potenciou a afirmação de novas manifestações artísticas, primeiro consideradas subversivas e, mais recentemente, adotadas pelos poderes políticos como manifestações artísticas de referência para o embelezamento dos ...
Ler mais Ler menos

Ref. 12601 Inscrições abertas até 10-10-2022

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-110324/21

Modalidade: Oficina de Formação

Duração: 15.0 horas

Início: 10-11-2022

Fim: 05-12-2022

Regime: Presencial

Local: Caldas da Rainha, Lourinhã e Lisboa

Formador

Elisabete Libório da Silva

Nicolau João Gonçalves Borges

Destinatários

Docentes dos Grupos 110; 200; 240; 400 e 600.

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira. Mais se certifica que, para os efeitos previstos no artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Docentes dos Grupos 110; 200; 240; 400 e 600..

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Entidade formadora/Parceria

CENTRO DE FORMAÇÃO DE ASSOCIAÇÕES DE ESCOLAS CENTRO-OESTE

Razões

A contínua mudança dos espaços nas cidades, da criação de espaços periféricos e abandonados potenciou a afirmação de novas manifestações artísticas, primeiro consideradas subversivas e, mais recentemente, adotadas pelos poderes políticos como manifestações artísticas de referência para o embelezamento dos espaços urbanos e como fator de inclusão(social, urbana e estética). Esta oficina de formação pretende colocar essas manifestações artísticas, arte urbana, como recursos pedagógicos, didáticos e artísticos que as escolas podem adotar para desenvolver o espirito crítico e estético dos Professores e dos Alunos.

Objetivos

1.Identificar manifestações artísticas de intervenção pública no território educativo; 2.Divulgar a arte urbana a partir das novas tecnologias; 3.Produzir portefólios digitais com obras artísticas urbanas/intervenção em espaços públicos; 4.Integrar a arte urbana nos programas curriculares dos grupos disciplinares destinatários da ação de formação; 5. Motivar a criatividade e estimular atitudes de inclusão social e artística.

Conteúdos

1. Apresentação da ação de formação - 1 hora 2. Conceitos e enquadramento: Arte urbana; Intervenção Pública; Inclusão; Ambiente. 1 hora. 3. O Graffiti e a arte digital como potenciadores do espaço público. 3 horas. 4. Apropriação e socialização da arte urbana, o caso português. 4 horas. 5.Estratégias e recursos para socializar a arte urbana e transformá-la em recursos pedagógicos e didáticos: Portefólios Digitais. Teoria: 3 horas. 6.Estratégias e recursos de socialização da arte urbana e sua aplicação em contexto educativo. Trabalho Oficinal: 6. 1. Construir o portefólio de turma com recursos existentes no território, potenciadores das aprendizagens dos alunos; 6.2. envolver os alunos dos docentes participantes na ação de uma proposta(digital) passível de se constituir como uma obra de arte de intervenção urbana. 15 horas 7.Partilha dos resultados dos trabalhos realizados. 2 horas. 8.Avaliação da ação de formação. 1 hora.

Metodologias

Sessões teóricas e práticas, com recurso a visitas de trabalho a algumas obras de arte urbana de referência no território e à participação de alguns atores e intervenientes no processo criativo urbano(Pontos 1; 2; 3; 4; 5; 7 e 8).Total de 15 horas de formação presencial. 6.Estratégias e recursos de socialização da arte urbana e sua aplicação em contexto educativo. Trabalho Oficinal, individual:

Avaliação

Avaliação a incidir sobre o Portefólio digital produzido por cada formando, conforme ponto 6, com um peso de 60% na classificação final dos formandos e um relatório individual final, com um peso de 40% na classificação final dos formandos, avaliação e classificação consonante o Regulamento Jurídico da formação contínua(escada de 1 a 10 valores), e demais cartas circulares do CCPFC e da DGAE sobre a avaliação e classificação da formação contínua dos professores.

Modelo

Inquérito de Avaliação.

Bibliografia

ARANTES, P. @rte e mídia – perspectivas da estética digital. 2ª Edição. São Paulo: Editora Senac São Paulo, 2012; BASQUIAT - TRAÇOS DE UMA VIDA [Filme Cinematográfico]; BLAUTH, L. A. C. Arte, grafite e espaço urbano. PALÍNDROMO Nº 8. Programa de PósGraduação em Artes Visuais. CEART/UDESC, pp. 147 - 163. Schnabel, J. (Diretor), 2008; TRAMONTANO et. al. Territórios híbridos: ações culturais, espaço público e meios digitais. Núcleo de Estudos de Habitares Interativos, organização. São Carlos: Instituto de Arquitetura e Urbanismo, 2014.


Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 10-11-2022 (Quinta-feira) 18:30 - 21:30 3:00 Presencial
2 15-11-2022 (Terça-feira) 18:30 - 20:30 2:00 Presencial
3 26-11-2022 (Sábado) 09:30 - 17:00 7:30 Presencial

INSCREVER-ME

158
169

Capacitação Digital de Assistentes Técnicos e Operacionais
Assistentes Técnicos e Coordenadores Técnicos dos Assistentes Operacionais, da área de intervenção do CFAE Centro-Oeste.

Curso

 

25.0 horas

 

Presencial

 

Pessoal não docente;

Escola Secundária Rafael Bordalo Pinheiro - Caldas da Rainha

1. Documentos enquadradores das políticas educativas atuais associados ao Plano nacional de Transição Digital.2. Envolvimento profissional: Exploração de opções digitais para colaboração e comunicação institucional e melhoria da prática profissional.3. Recursos Digitais: Exploração, seleção e adequação de ...
Ler mais Ler menos

Ref. 13703 Inscrições abertas até 30-11-2022

Registo de acreditação: DGAE/625/2021

Modalidade: Curso de Formação

Duração: 25.0 horas

Início: 15-12-2022

Fim: 21-12-2022

Regime: Presencial

Local: Escola Secundária Rafael Bordalo Pinheiro - Caldas da Rainha

Formador

Paulo José Alexandre Vasques

Destinatários

Pessoal não docente;

Acreditado pelo

DGAE - Direção-Geral da Administração Escolar

Entidade formadora/Parceria

CENTRO DE FORMAÇÃO DE ASSOCIAÇÕES DE ESCOLAS CENTRO-OESTE

Razões

1. Documentos enquadradores das políticas educativas atuais associados ao Plano nacional de Transição Digital.2. Envolvimento profissional: Exploração de opções digitais para colaboração e comunicação institucional e melhoria da prática profissional.3. Recursos Digitais: Exploração, seleção e adequação de RED ao contexto de aprendizagem. Utilização de RED interativos.4. Profissionalidade : Exploração de estratégias de apoio ao ensino e à aprendizagem digital.5. Desafios no desempenho profissional : Exploração de estratégias de profissionalidade digital. Melhoria das abordagens de intervenção através de soluções digitais.6. Consolidação de atividades profissionais com tecnologias digitais em diferentes situações de intervenção profissional.7.Avaliação.

Conteúdos

1. Documentos enquadradores das políticas educativas atuais associados ao Plano nacional de Transição Digital.2. Envolvimento profissional: Exploração de opções digitais para colaboração e comunicação institucional e melhoria da prática profissional.3. Recursos Digitais: Exploração, seleção e adequação de RED ao contexto de aprendizagem. Utilização de RED interativos.4. Profissionalidade : Exploração de estratégias de apoio ao ensino e à aprendizagem digital.5. Desafios no desempenho profissional : Exploração de estratégias de profissionalidade digital. Melhoria das abordagens de intervenção através de soluções digitais.6. Consolidação de atividades profissionais com tecnologias digitais em diferentes situações de intervenção profissional.7.Avaliação.

Metodologias

Esta ação de formação pretende desenvolver com os Assistentes de nível 1 (A1/A2 do DigCompEdu) um conjunto de conhecimentos e estratégias que lhes permita desenvolver a sua literacia digital. São objetivos específicos:- promover o desenvolvimento das CD dos assistentes, tendo em vista as 6 áreas do referencial DigCompEdu;- capacitar os assistentes para a realização de atividades com tecnologias digitais em diferentes áreas de trabalho profissional;- capacitar os assistentes na utilização significativa de ambientes e ferramentas digitais e definição de estratégias diversificadas de integração destes em contexto educativo; - capacitar os assistentes para a implementação de atividades promotoras do desenvolvimento dos seus níveis de literacia digital.

Avaliação

Ponderação: Participação: 40%; Assiduidade:10%; Teste escrito/trabalhos: 50%.

Modelo

Qualitativa; Satisfação dos formandos; resultados


Observações

Inscrição que requer autorização para frequência da direção da respetiva Escola/Agrupamento. A ação vai decorrer na sala da comunidade da Escola Secundária Rafael Bordalo Pinheiro

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 15-12-2022 (Quinta-feira) 14:00 - 18:00 4:00 Presencial
2 16-12-2022 (Sexta-feira) 09:00 - 13:00 4:00 Presencial
3 19-12-2022 (Segunda-feira) 09:00 - 13:00 4:00 Presencial
4 20-12-2022 (Terça-feira) 09:00 - 13:00 4:00 Presencial
5 21-12-2022 (Quarta-feira) 09:00 - 13:00 4:00 Presencial

INSCREVER-ME

169